Postagens

O nome do blog "Vidasemvoltas" mudou para Japão Cultura e Turismo

Benefício Fixo Especial - Ajuda de 100 mil do governo japonês

Imagem
特別定額給付金 -Tokubetsu teigaku kyūfukin - Benefício Fixo Especial ou Benefício de 100 mil ienes, foi criado para ajudar aos residentes no Japão, devido ao COVID-19.

Acompanhando redes sociais e páginas do Facebook que esclarecem sobre a ajuda de 100 mil do governo japonês e, ainda, muitas informações pipocando na net, muitos ainda tem algumas dúvidas .  A primeira delas refere-se ao recebimento da carta da prefeitura para realizar a inscrição. 
 - "Meu amigo que mora em Okinawa já recebeu a carta da Prefeitura, moro em Aichi e ainda não recebi. Devo ir à Prefeitura?"
Acompanhando o site do Portal do Benefício, é possível perceber que as prefeituras estão sendo incluídas gradativamente. Portanto, recomendo acompanhar o site do Portal do Benefício - cujo link estará logo abaixo -  que atualiza diariamente, informando quais cidades já estão aceitando as inscrições.
Como está em japonês e, para quem não conhece os kanjis de sua província, traduzi somente o nome do estado, para facili…

23 de fevereiro, aniversário do Imperador Naruhito

Imagem
Celebrado desde 1948, Tenno Tanjoubi - 天皇誕生日 - é feriado nacional no Japão, data em que se comemora o aniversário do Imperador reinante. 
Nascido em 23 de fevereiro de 1960, o novo Imperador Naruhito, filho primogênito do ex-Imperador Akihito e da Imperatriz Michiko, iniciou a Era Reiwa no dia 1º de Maio de 2019.
A data de aniversário do Imperador Naruhito tornou-se feriado nacional no calendário japonês, desde o primeiro dia da era Reiwa, em 2019.
No reinado do Imperador Akihito (era Heisei, de 1989 a 2019) o feriado de aniversário era no dia 23 de dezembro.
Quando os reinados mudam, a Dieta do Japão faz uma convocação para mudança do feriado, antes do aniversário do imperador reinante.
No dia do aniversário do Imperador reinante, o Palácio Imperial abre os portões para o público que deseja saudá-lo. O Imperador, acompanhado da imperatriz e outros membros da família imperial, aparecem na varanda, em 3 horários diferentes no período da manhã, fazendo um discurso de agradecimento e o públic…

Azaleias de Okura Koen, Obu, Aichi

Imagem
Para quem deseja ver e/ou fotografar lindos campos de azaleias perto de Nagoya, um parque histórico denominado Okura Koen, localizado em Obu, possui cerca de quase 2800 arbustos.
Originalmente, Okura Koen era apenas uma casa construída em 1926, para o retiro de férias de Kazuchika Okura, primeiro presidente da então Nihon Touki - Nippon Ceramics Limited - , que é hoje Noritake Company Limited.
Antigamente, o parque era separado da residência. Dizem que, em 1927, o Imperador Tsunenori Taika, comandante do 3º Regimento de Cavalaria da Terceira Divisão do Exército Imperial do Japão, fez uma visita à residência.
Apesar da história, o parque é mais famoso pelos arbustos de azaleias.
O antigo e elegante jardim jardim japonês conta com azaleias na primavera, hortênsias antecedendo o verão, árvores de ácer no outono e diversas árvores e flores, embelezando as 4 estações.

A casa de lazer e portão de palha são propriedades culturais nacionais tangíveis registradas. Há também um abrigo antiaéreo - co…

Morizu no Fuji Koen, Parque das Glicínias Morizuno, em Yatomi, Aichi

Imagem
Quando as cerejeiras se vão, é a vez das tão ou mais belas flores da primavera: glicínias.
Suas flores lembram orquídeas, pendentes formam belas cortinas coloridas e o perfume exala pelo ar.
Elas estão por todo o canto, existem grandes  e famosos parques japoneses com grande extensão delas plantadas. 
Para quem mora em Aichi e prefere um espaço menor e mais perto, embora não menos disputado, em Yatomi, um antigo parque exibe as glicínias, plantadas há mais de 360 anos: Morizunofuji Koen 
Dizem que as glicínias foram plantadas em 1647, em meio a um jardim japonês, por Morizu (pronúncia Moridzu) Nitta, quando estava no auge.
O local é designado Propriedade Cultural "Monumento Natural Morizu Fuji".
No Tufão Isewan, que ocorreu em 1959, o local ficou alagado durante 3 meses, deteriorando o jardim.
Em 1994, a composição e o jardim foram restaurados.
Este é um curto passeio, apesar de ter um amplo estacionamento do outro lado da rodovia, o espaço é pequeno e o passeio não chega a durar 30…

Grande Buda de Shurakuen, Tokai, Aichi

Imagem
O Parque Shurakuen da cidade de Tokai, em Aichi, é o lar de uma grande estátua de Buda, denominado Shurakuen Daibutsu, Grande Buda de Shurakuen. 
A estátua, com quase 19 metros de altura - maior que as estátuas gigantes do Buda de Kamakura, Kanagawa, e de Todaiji, em Nara - é símbolo popular da cidade e uma das principais atrações de Aichi ou Nagoya e arredores.
A estátua foi construída por um empresário local bem sucedido, Saikichi Yamada, fabricante de picles. Parque Shurakuen, Tokai, Aichi
A grande área que abrange os jardins onde está o Buda e o parque, faz parte do Shiawasemura (Vila da Felicidade), instalação que promove saúde física e mental.
O parque foi aberto em 1960, para celebrar o casamento do Imperador Showa, Hirohito. 
O parque Shurakuen é uma das principais atrações da província, que conta com lago, piscina aquecida , casa de chá, diversas flores sazonais, jardim de ervas e área para camping, mediante reserva, além de atrações divertidas, local ideal para famílias


Festivais s…

Dejima, a ilha artificial e histórica de Nagasaki

Imagem
A ilha que tinha a forma de leque conta muitas histórias envolvendo portugueses, holandeses e cristãos japoneses.
Dejima e os portugueses Os portugueses haviam chegado ao Japão em 1543, com intenção de evangelizar o povo japonês, trazendo também armas e pólvora. No governo de Ieyasu Tokugawa, os jesuítas portugueses estavam fortemente propagando o cristianismo.Inicialmente, a ilha chamada de Tsukijima, construída em 1636, por ordem de Iemitsu Tokugawa, para recuperação do oceano e conhecido popularmente como Ogishima, pelo formato de leque, tinha objetivo de acomodar o posto de comércio português e os portugueses que viviam em Nagasaki. Tokugawa queria controlar o comércio e a propagação do cristianismo pelos portugueses. A obra foi financiada por 25 pessoas, chamadas de Dejima-cho Hito - Povo de Dejima - representantes comerciais de Nagasaki, que tinham interesse em usar o comércio português para aumentar os lucros.Assim surgiu Dejima, com a finalidade de restringir contato dos portugu…

Museu e Monumento dos 26 Mártires de Nagasaki

Imagem
6 missionários e 20 leigos japoneses, entre eles 3 crianças, presos em Kyoto e Osaka por pregar o cristianismo, percorreram 1000 km a pé de Kyoto a Nishizaka, Nagasaki, onde viviam muitos cristãos.
Quando chegaram a Nishizaka foram amarrados, crucificados e executados com lanças, em 5 de fevereiro de 1597, sob as ordens do feudal da época, Hideyoshi Toyotomi.
Parte dos acontecimentos e os motivos da ordem, contei nesta postagem >>> O Cristianismo no Japão.
Para contar toda a trajetória do cristianismo do Japão, bem como perpetuar a memória dos 26 mártires japoneses e propagar as mensagens e suas virtudes, foram construídos o Monumento dos 26 Mártires, um museu e a igreja São Felipe de Jesus.





A igreja tem também este objetivo, mas não leva o mesmo nome, pois já havia a Basílica dos 26 Martires, conhecida como Oura Tenshudo, Catedral Oura. Porém, está voltada para o monumento, lembrando que também está dedicada aos mártires.
Após o lançamento da bomba em Nagasaki em 1945, o local do…