Última postagem

Museu Memorial da Paz de Hiroshima, Hiroshima Peace Memorial Museum

O Museu Memorial da Paz de Hiroshima - 広島平和記念資料館 - Hiroshima Heiwa Kinen Shiryōkan -  conta, em imagens e objetos, toda a história do bombardeio de 6 de agosto de 1945, na cidade de Hiroshima.
O edifício Oeste do Museu Memorial da Paz encontra-se em reformas, com previsão para término em 2017. 
A ala Leste, que contém as principais imagens da bomba e as peças, está aberta para visitação.
A entrada custa 200円 e existem guias de áudio, em diversos idiomas. O aluguel do guia de áudio custa 300円. 
No museu sim, o sentimento é inexplicável e de comoção. As imagens, algumas muito fortes e cruéis, mesmo através de reconstituições, fotos antigas e desenhos retratando o sofrimento das vítimas, mostram a crueldade do ataque.
Sofrimento e crueldade estão muito bem descritos no museu.

Este relógio é mundialmente conhecido, parou de funcionar no exato momento do bombardeio.
Era um bem precioso, que pertenceu a Kengo Nikawa que tinha, na época, 59 anos. Ele não andava sem o relógio, por ter sido um presente de seu filho Kazuo. Kengo Nikawa estava a caminho do trabalho, teve graves queimaduras e faleceu 16 dias depois. O relógio foi uma doação ao museu, pelo próprio filho de Kengo, Kazuo, que o presenteou.

Assim como o relógio, roupas de trabalho, uniformes escolares, calçados, guerras, cintos, bicicletas, capacetes, marmitas, óculos, enfim, objetos de uso particular e resíduos de construções e muitas outras imagens muito chocantes - que não pretendo postar - encontram-se no interior do museu, com as explicações escritas em japonês e em inglês. 
Cada objeto tem uma história triste - que envolviam momentos felizes - para contar. Os donos desses objetos não sobreviveram. Em alguns casos, somente os objetos foram encontrados.
Bebês. Crianças. Estudantes. Trabalhadores. Donas de casa. Filhos, pais, avós. Roupas de crianças, uniformes. Pessoas que não foram reconhecidas.
Algumas reconhecidas pela roupa, ou somente pela voz, que gritavam de dor.
Pessoas que nunca foram encontradas.
Houve sobreviventes. Alguns por pouco tempo. Outros com sequelas e danos.
Outros tiveram fragmentos fincados no corpo, retirados muitos, muitos anos depois.

Os sobreviventes, testemunhas da crueldade, estão, todos os anos, participando das homenagens feitas todos os anos no aniversário do bombardeio.

Se existe clima pesado, comentado pelos amigos que antes visitaram Hiroshima, este lugar é o museu. O sentimento é inexplicável! Mas posso dizer que toda guerra é cruel, são os inocentes que pagam.

Horário de visita: das 8h30min às 18h. 
Em Agosto até 19 horas. De dezembro a fevereiro até 17 horas.
Fechado nos dias 30 e 31 de dezembro.
A entrada é permitida, como na maioria dos museus do Japão, até 30 minutos antes do fechamento.

Endereço: 〒730-0811 広島県広島市中区中島町1
Hiroshima-ken Hiroshima-shi Naka-ku Nakajima-chō 1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Festival de Tulipas de Nabana No Sato, Nagashima, Mie