Última postagem

Kyoto em 3 dias - Terceiro dia

A terceira e última postagem contempla a terceira diária e aproveitando o quarto dia, data de retorno.
Locais visitados: Kinkakuji, Bambuzal de Arashiyama, Otagi Nenbutsu-ji, Ponte Togetsukyō, Heian Jinja e Nanzen-ji.

Kinkakuji


Já havia visitado Kinkaku-ji, mas ainda não havia postado sobre o templo.
Originalmente, o nome de Kinkakuji é Rokuon-ji.
Construído em 1397, como casa de campo de um nobre da corte, foi vendida para um xogum que viveu ali após se aposentar, cuja vontade era transformar o local em um templo.
Após a morte do xogum, o filho realizou seu desejo.
O templo zen budista é conhecido como Pavilhão Dourado. Os 2 andares superiores são cobertos com folhas de ouro.
Sofreu incêndios e destruição de alguns edifícios na Guerra Civil e foi reconstruído, sendo mais tarde, novamente incendiado por um monge, que foi preso e, depois, diagnosticado com esquizofrenia.
Apesar de grande, percorrer a área de Kinkakuji não requer tanto tempo - mesmo sendo visitado por milhares de pessoas -  já que seus edifícios não são abertos ao público. 
O Templo do Pavilhão Dourado só pode ser visto através de um único corredor, onde todos seguem a mesma direção.
Pode ser que você leve mais tempo tentando acertar a moeda dentro do pote. 
Dizem que, se fizer um pedido e acertar a moeda dentro do pote, seu desejo será atendido.
Não se preocupe se a concorrência estiver grande, há um outro pote mais à frente, menos movimentado.
Com uma pequena taxa de 200円, poderá bater o sino. 
Salão Fudōdō, local de orações.

No final do templo, não faltam barracas de comida. lojas de lembrancinhas e serviço de chá ao ar livre.
O ingresso ao templo custa 400円.

Endereço: 〒603-8361 京都市北区金閣寺町1
Kyōto-shi Kita-ku kinkakuji-chō 1
Fone: 075-461-0013
Mapa

Bambuzal de Arashiyama

Uma caminhada entre os bambus, onde há um pequeno santuário e por onde se seguem a interessantes templos.
Muitos seguem a pé, da estação ao bambuzal, mas é possível fazer este trajeto de jinrikisha ou alugar bicicleta.
A partir do bambuzal encontram-se vários templos interessantes. Pode-se seguir a Tenryu-ji, famoso templo pelo seu belíssimo jardim. Fizemos um outro caminho, passando por Adashino Nenbutsu-ji, seguindo as indicações. Infelizmente, não se pode fotografar as estátuas de Adashino Nenbutsu-ji, embora há quem o faça do lado de fora.
E mais um pouco à frente, está Otagi Nenbutsu-ji.

Endereço: 〒616-8393京都府京都市右京区
Kyōto-fu Kyōto-shi Ukyō-ku


Otagi Nenbutsu-ji

Otagi Nenbutsu-ji é um templo exótico, com 1200 estátuas rakan.
Ingresso: 300円.
A história, bem como as fotos e localização de Otagi Nenbutsu-ji <<< clique na postagem.
Assista ao vídeo:


Aproveitamos para seguir até as margens do Rio Katsura para um lanche.
Katsuragawa, ou Rio Katsura, é continuação dos rios Hozu e Ōi.
É um local charmoso, com bares e lojas de um lado da ponte e, do outro lado, restaurantes, serviço de barco e o Moneky Park Iwatayama.
Ponte Togetsukyō, construída em 1934. 
No outono recebe iluminação especial
 e na segunda semana de dezembro, a ponte fica totalmente iluminada pelo evento Hanatouro Highlight.


Uma grande área de lazer, com bares e restaurantes estão instalados perto das montanhas. O local é muito visitado em abril, pelas cerejeiras e em novembro, pelas folhas de outono.


E atrás dos serviços de barco está o Monkey Park Iwatayama.
O acesso ao parque dos macacos é feito por esta entrada, ao lado do santuário.
Toda esta área fica ao redor da Ponte Togetsukyō
Endereço: 〒616-8383 京都府京都市右京区嵯峨中之島町 
Kyōto-fu Kyōto-shi Ukyōku Saga Nakanoshimachō

E de volta, encontramos esta decoração de fim de ano na estação próxima: Randen Arashiyama.
Trata-se da segunda floresta de Arashiyama, chamada Kimono Foresuto <<< clique para saber sobre mais esta atração da área.
Toda a área da estação, inclusive a galeria das lojas recebia estes pilares iluminados com Led e enfeites têxteis, nascida em Kyoto.
Uma espécie de museu ao ar livre, com entrada livre. A estação não tem catraca e todos podem visitá-lo.
Na área externa, um grande kagami mochi.

No outro dia, fizemos checkout no hotel bem cedo, deixamos as malas na estação para visitarmos mais um santuário e um templo.
Seguimos para Heian Jinja e Nanzen-ji, em um passeio que durou 4 horas.

Heian Jinja


Antes de chegar ao santuário, havia um grande toríi, potal xintoísta, um dos maiores do Japão.
Na frente, barracas lembravam um festival.
O grande portão de entrada do santuário, Ōten-mon.
Este templo é considerado símbolo de renascimento para Kyoto.
Santuário Principal
Os prédios tem aparência relativamente nova. A maioria desses edifícios foram reconstruídos no final da década de 1970, após incêndio.
Esses dois edifícios são réplicas do Palácio Imperial de Kyoto. Acima, denominado Byakko-rō.
Para melhor entender a réplica, lateral e frente do edifício Sōryū-rō.
O santuário tem ainda um imenso jardim. É preciso pagar uma taxa de 600円.
Em outras estações, o jardim fica repleto de flores.
Abaixo, edifício Shōbi-kan.


Ponte sobre o lago, Pavilhão da Paz.

Endereço: 〒606-8341 京都市左京区岡崎西天王町
Kyōto-shi Sakyō-ku Okazakinishiten'nō-chō
Fone: 075-761-0221
Mapa


Nanzen-ji

Nanzen-ji é um templo zen budista que foi um castelo. Foi transformado em templo, depois que seu dono entrou para o sacerdócio, com intuito de exorcizá-lo. 
Ao lado do templo, está um aqueduto que atrai visitantes.


Mais detalhes sobre o Nanzen-ji  <<< clique na postagem.

E assim, terminamos nosso feriado em Kyoto, com o compromisso de voltar e visitar novos lugares.

Até a próxima, Kyoto!

Mais novidades sobre o Japão, curta a >>> fanpage.
Alguns eventos no Canal >>> YouTube.
Siga-nos também no Instagram e no Twitter

Comentários

Paulo Santos disse…
Mto legal o blog e as postagens sobre o Japão e sua cultura. Vou conhecer a Ilha em maio. Alguém conhece um bom seguro viagem p/ quem vai ao Japão? Abç
Leh ou Helena disse…
Olá, Paulo! Obrigada pela visita e carinho. Pesquisarei com quem já usou para dar uma resposta com propriedade. Abraços

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos

Festival de Tulipas de Nabana No Sato, Nagashima, Mie