O nome do blog "Vidasemvoltas" mudou para Japão Cultura e Turismo

Dunas de Tottori

Erroneamente citada como deserto japonês, dunas de Tottori é a maior de uma série que existe no Japão. As demais, Nakatajima (ao sul de Hamamatsu), Kujukurihama (Chiba), Fukuagehama (Kagoshima) e outras, são praticamente despercebidas e pequenas.
Para melhor entender, conforme Wikipedia, deserto é uma região com pouca precipitação pluviométrica e tem reputação de sustentar pouca vida.Duna é movimentação de areia criada a partir de processos eólicos. São montes de areia formados pelo vento e pelo mar. Por isso, dunas não precisam ser necessariamente grandes e muitas delas são bem pequenas.O solo do deserto é composto por areia e podem ter dunas.
As dunas de Tottori foram formadas ao longo de milhares de anos, a partir dos depósitos de sedimentos transportados das montanhas Chugoku pelo rio Sendai; as correntes de mar e ventos ajudam a levar a areia de baixo para cima.
O vento é responsável pela sua forma;  amanhece com um bonito visual de ondas. É preciso ir bem cedo para visualizar as ondas, antes que as pessoas pisem.
Designado Monumento Natural, parte do Parque Nacional Sanin Kaigan e certificação de Geopark (falei sobre essas distinções na postagem anterior, clique >>> AQUI se não leu)é um dos lugares mais belos e visitados de Tottori, abrangendo 16 km de costa ao longo do mar do Japão.
As dunas não representam apenas atravessar, existem muitas atrações como teleférico, asa delta, sandboards (variação de snowboard para areia), parapente, passeios de carroça e até camelos.


Os camelos ficam próximos do elevador, com passeios disponíveis das 9 às 16 horas.
Não é permitido fotografá-los sem pagar uma pequena taxa.
As taxas obedecem aos seguintes valores:
Foto do camelo = ¥100
Foto no camelo    = ¥500
Para uma pequena volta sobre o camelo, com direito a fotografias, os valores dependem da época:
1 pessoa = ¥1300 a ¥1800
2 pessoas= ¥2500 a ¥3000

O passeio com carroças ou carruagens custa ¥600 para crianças e ¥1000 para adultos. É uma boa forma de chegar até o outro lado, próximo à praia.

Com uma boa estrutura, existem elevador e rampa de acesso às dunas. Cadeiras de rodas especiais com rodas de borracha são emprestadas gratuitamente.
É oferecido, também, serviço de aluguel de chinelos para quem quiser lavar os pés, na volta das dunas, no Rakudaya.

Existem 2 empresas de ônibus, saindo da estação com destino às dunas.
Um deles é o Loop Kirinjishi.
Os ¥100 Bus Kururi, com duas linhas, vermelha e azul e como o próprio nome diz, faz o trajeto com o preço único, independente do local do embarque ou desembarque. Funcionam a partir das 8 horas em dias normais e às 9 horas nos fins de semana e feriados, com última partida das dunas por volta das 18 horas.
O local tem estacionamentos pagos (¥500) e gratuitos ao redor, mercado, muitas lojas e restaurantes, além de barracas de lanches.

O acesso às dunas pode ser feito também por rampa.
É uma longa caminhada até o topo das dunas.
Por experiência, não recomendo subir no auge do verão, sob sol causticante. A areia quente entra no calçado, literalmente queimando os pés. Recomendo subir em dia nublado, com calçado fechado, por exemplo uma leve sapatilha, que também não esquente.
Pelas imagens pode-se imaginar o sol do mês de agosto. Muitos subiam totalmente protegidos de chapéu, sombrinha ou guarda-chuva. E, claro, muito protetor solar e óculos escuros.
Quando subi em pleno mês de agosto, em um determinado momento pensei em desistir. 
Olhei pra trás, vi quanto já tinha andado e voltar seria pior.
Finalmente cheguei ao topo.
 Que vista linda! Até então valeu a pena.

O sol quente, os pés queimando e um calor infernal convidaram para molhar os pés no mar.
Então resolvi seguir um caminho menos íngreme, onde estava o pessoal da asa delta.

Finalmente consegui me refrescar um pouco.
Para retornar, olhei pra todos os lados e encontrei uma "escada" formada por sacos de areia e uma área com pequena vegetação, pois não queria mais esquentar os pés.


Muitos me seguiram, afinal não seria nada fácil retornar pelo mesmo caminho. Olha eu aí! ;)
Calor, cansaço, mas valeu a pena! É tudo muito lindo!
Esta é a praia das dunas. Um encanto!

E aqui está o vídeo das dunas de Tottori:



Endereço: 〒689-0105 鳥取県鳥取市福部町湯山 2164-661
Tottori-Ken Tottori-shi Fukube-chō Yuyama 2164-661
Mapa


Gostou?

Acompanhe a nossa >>> fanpage e inscreva-se também no nosso Canal >>> YouTube. Siga-nos também no Instagram e no Twitter.

Na próxima postagem, um dos lugares mais bonitos de Tottori: Costa de Uradome.
Clique >>> aqui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

A arte contada em arte, por Lucille Kanzawa

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos