O nome do blog "Vidasemvoltas" mudou para Japão Cultura e Turismo

Kasuga Taisha, Grande Santuário Kasuga, Nara

Santuário das Lanternas
Em meio a um enorme espaço verde, muito frescor e alces pelo caminho de Nara Koen, encontra-se o santuário denominado Kasuga Taisha.  
Como todo grande santuário e o xintoísmo enraizado na natureza, está localizado em uma imensa floresta.
 No caminho, o que impressiona é a grande quantidade de antigas lanternas de pedras.
São tantas lanternas que parecem não ter mais fim.
O tempo as sobrecarregou de musgos, deixando-as extremamente interessantes.
As lanternas foram doadas pelos adoradores, ao longo dos anos, sendo a principal atração do santuário.

Kasuga Taisha é um santuário xintoísta famoso pelas cerca de 3 mil lanternas de pedra e bronze, localizado no Parque Nara.
Na imagem abaixo, a lanterna emoldura a figura de um cervo, símbolo de Nara.
Fundado no ano 768 pelo clã feudal Fujiwara.
Era conhecido inicialmente como Kasuga Jinja. É o santuário mais famoso da antiga capital do país, Nara. 
Ficou conhecido como o santuário dedicado aos antepassados da família Fujiwara. 
Durante muitos séculos, o santuário era reconstruído a cada 20 anos, como é o caso de Ise Jingu, da cidade de Ise, em Mie. Porém, o costume foi interrompido no final do período Edo.

Na imagem acima, o torii, portal xintoísta, indica a entrada de um local sagrado.
Abaixo, Minamomon, Portão Sul, que dá acesso ao Salão Principal do santuário.
O temizuya, onde se purifica para adentrar um local sagrado, é formado pela estátua de um cervo, o símbolo de Nara.
Na área dos edifícios, belas lanternas de bronze pintadas em verde ou douradas.
Antigamente as lanternas eram acesas todas as noites. Hoje, são acesas apenas duas vezes ao ano, nos festivais de lanternas do Setsubun, realizado no início de fevereiro, e no Obon, em meados de agosto. 
Em dezembro de 1998, Kasuga Taisha em conjunto com a Floresta Kasugayama - atualmente fechada para o público - foram incluídos como Patrimônio Mundial da UNESCO, nomeados como "Monumentos Históricos da Antiga Nara".
O santuário principal, construído em uma estrutura especial chamada Kasuga-zukuri, é designado Tesouro Nacional.
Na primavera, por volta do fim do mês de abril e início de maio, as glicínias enfeitam a área do Santuário Principal.
Além de atrativas pela beleza, as glicínias são consideradas importantes, devido ao nome do fundador Fujiwara, 藤原. O primeiro ideograma significa glicínia e o segundo pode ser lido como campo.
As miko, sacerdotisas, usam glicínias nos cabelos.
As placas ema, tem formato do rosto de cervos. Cada um desenha como quiser e escreve seus pedidos ou agradecimentos no verso.
Ao lado do santuário está o Museu Kasuga Taisha, onde mostra as relíquias do santuário.
Endereço: 〒630-8212 奈良県奈良市春日野町160
Nara-ken Nara-shi Kasugano-chō 160



Para saber mais sobre o Japão, curta a >>> fanpage e inscreva-se no Canal >>> YouTube.
Estamos também no Instagram e no Twitter.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos

A arte contada em arte, por Lucille Kanzawa

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi