O nome do blog "Vidasemvoltas" mudou para Japão Cultura e Turismo

Hanabi, os festivais de fogos de artifícios do Japão

Verão no Japão é temporada do hanabi, festivais de fogos de artifícios.
Se no Brasil, as festas juninas tomam conta do inverno, com fogueiras, danças, quadrilhas, regadas a quentão pra aquecer e pequenos fogos, no Japão a onda é outra.
Aqui, o momento é de descontração, com roupas leves, sem perder a tradição e, sempre, regada com comidas e bebidas das barracas dos festivais. 
A queima de fogos no Ano Novo, como acontece em países ocidentais, está se popularizando, porém, pouco ou quase nada era visto pelo arquipélago. Hoje em dia, grandes parques realizam a contagem regressiva finalizada com belíssimos shows de fogos, aquecendo o inverno japonês.
O hanabi surgiu no Japão, inicialmente, para afastar mais espíritos e, em sua história, há centenas de anos, a queima havia sido proibida. Hoje é um evento popular.
Os tipos de fogos são variados, desde os manuseados, em que as próprias pessoas fazem movimentos para produzir efeitos, os tubos ou cilindros, até aos escudos esféricos, com vários padrões de explosão. Muitos ganham fama pela beleza das queimas realizadas sob pontes, com efeitos semelhantes às cachoeiras ou outras formas, como personagens de animes.
Alguns festivais chegam a ter várias etapas, em várias semanas, com pequenos hanabi e concluindo com o hanabi taikai.
Hanabi taikai são as competições de fogos de artifícios, evento de grande porte.
A temporada do hanabi é muito esperada pelos japoneses.
Existem festivais no arquipélago todo e, às vezes, outros vários do gênero na mesma cidade.
No verão, especialmente a partir de meados do mês de julho e em agosto, a queima de fogos de artifícios atrai multidão de espectadores.
Lembrando o hanami, em que as pessoas guardam lugares antecipadamente e superlotam esses locais, o hanabi acontece no verão e os fogos são lançados próximos aos rios, lago ou mar.
E, para melhor celebrar o verão, muitos japoneses aproveitam da descontração do momento. Mulheres vestindo yukata - quimono leve de verão e homens vestindo jinbei - lembrando pijama de verão - passeiam pelas barracas.



Barracas dos festivais vendem as mais variadas espécies de comidas, especialmente as refrescantes. 
Jogos infantis também fazem parte dos festivais.
Os festivais hanabi costumam ficar lotados, especialmente quando se trata de torneio, hanabi taikai, devido aos shows proporcionados pelos competidores, pela criatividade e beleza.
Devido à área superlotada, congestionamento de trânsito, falta de vagas em estacionamentos, os organizadores dos eventos instruem para que o público utilize de transporte público.
Por consequencia, ônibus e trens da rota super lotados são os inconvenientes, porém mais confortável, pois são colocados ônibus ou trens adicionais.
As estações de trens do local costumam ficar superlotadas, porém preventivamente organizadas com setas indicando entradas para quem usa cartão IC e locais adicionais de vendas de ticket.
Para concorrer a bons lugares de visualização da queima de fogos, convém sair mais cedo de casa.
Dependendo do local é bom proteger-se com repelentes e carregar leques. E claro, no verão, tomar líquido, muito líquido!

Para saber mais sobre o Japão, curta a >>> fanpage e inscreva-se no Canal >>> YouTube.
Estamos também no Instagram e no Twitter.

Comentários


Leh
Um país festivo!
Ler suas postagens é um meio de viajar!
Bj

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos

A arte contada em arte, por Lucille Kanzawa

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi