Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2016

O nome do blog "Vidasemvoltas" mudou para Japão Cultura e Turismo

Yukata e jinbei, as roupas de verão tradicionais do Japão

Imagem
Yukata é um quimono leve de verão, que as japonesas usam pra driblar o forte calor do verão japonês, sem perder a tradição.

O traje é muito usado em festivais, tanto pelas japoneses, como pelos japoneses.
Yukata significa, literalmente, roupa de banho e é uma versão casual do quimono.
Yukata tem muita semelhança com o quimono, difere no tecido, que é de algodão, sem forro e facilidade ao vestir.
Homens também usam yukata, com estampas mais sérias, escuras e um pouco mais curta que as femininas.
Por sua vez, homens usam também o jinbei, ou hippari, que não é um hakama de verão, tampouco uma versão casual, nem exclusividade masculina. 
Jinbei, abreviatura de jinbeebaori, caracteriza bem o verão, por ser curto. A roupa de verão tradicional lembra pijama ou roupão. Tempos atrás, era usado como pijama, roupa de casa, ou para uma ida a um lugar próximo, como loja de conveniéncia, etc.
Jinbei é um conjunto de algodão da mesma estampa, com espécie de bermudão e com a parte superior lembrando um roup…

Shinboku, as árvores sagradas do xintoísmo

Imagem
Em santuários xintoístas é comum encontrar uma gigantesca árvore, muitas vezes protegida por cerca ou Shimenawa - corda sagrada - em volta, considerada sagrada.
Essas árvores são chamadas de goshinboku, ou simplesmente shinboku. 
Shinboku escreve-se com esses 2 ideogramas: 神木. 
O primeiro ideograma 神 shin, pode ser lido também como kami, que quer dizer Deus. 
O segundo, 木 boku, lido também como ki, significa árvore. Portanto, árvore divina ou sagrada.
Shinboku são árvores fortes, altas, milenares e podem ser de ginko, cânfora ou sugi (criptomeria japonesa).
O corte dessas árvores é sempre evitado. 
Antigamente, algumas árvores ou a floresta inteira dentro da área do santuário eram consideradas sagradas. 
Quando é possúvel, os seguidores tocam a árvore e oram e, em alguns casos, fazem oferendas.
Outros objetos e/ou pedras considerados divinos podem ser encontrados em santuários xintoístas, onde as pessoas tocam, oram, fazem pedidos e oferendas.

Quer saber mais sobre o Japão? Curta a >>>

Torii (portal xintoísta) em miniatura, o sinal de proibição de tachishon

Imagem
Já havia feito uma postagem, com uma breve explicação sobre os torii - portal xintoísta - nesta >>>postagem.
Esses portais tem o objetivo de marcar a entrada de um local sagrado.

Porém, miniatura, principalmente em paredes, o sentido é outro. 
Embora pareça um miniatura singela, fofa ou kawaai, não é nada disso.
Um minúsculo torii em parede é o mesmo que 立ちション禁止, Tachishon Kinshi. 
Kinshi é proibição.
Você perguntaria, mas o que é o tachishon? 
Tachison é uma palavra simplificada que quer dizer "urinar em pé"
Tachi, 立ち, quer dizer "em pé". 
Shon, ション, é simplificada da palavra shōben, linguagem chula - que quer dizer "mijo"  - para a palavra "micção" ou urinar.

Alguns banheiros masculinos com mictórios próprios, também tem esses avisos da proibição.
Porém, nas imagens abaixo são sinais de proibição do tachishon e, evidentemente, proibido urinar naquela parede.
Torii em miniatura, seja em paredes, postes, ou em qualquer local, principalmente chamati…