Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2016

O nome do blog "Vidasemvoltas" mudou para Japão Cultura e Turismo

Santuários xintoístas do Japão

Imagem
Considerada a religião tradicional japonesa, o xintoísmo tem a maioria da população como seguidores.
Os santuários são chamados de jinja, derivado de shinsha, que significa lugar dos deuses.
Em japonês, os santuários podem ter a terminação de "jinja", "jingu" ou simplesmente "gu" - no caso de hachimangu -, "sha" e taisha".
Em nomes populares podem ter ainda terminações como "inari".
No xintoísmo, lembrando o catolicismo, haverá sempre um santuário abrangendo uma área paroquial. Cada santuário abrange apenas uma região, limitada, definida, oferecendo bênção e proteção a todos que vivem na área.
Não existe cemitério anexo em santuários japoneses.


Como reconhecer um santuário xintoísta:
• Portal de entradaO portal de entrada a um santuário é chamado torii, marcando um espaço sagrado. Torii tem origem xintoísta.
Ao adentrar em um santuário haverá este portal, onde as pessoas fazem reverência. Para saber mais sobre esses portais, clique nesta …

Templos budistas japoneses

Imagem
Templos budistas e santuários xintoístas são os mais numerosos e famosos edifícios religiosos no Japão, que atraem turistas do mundo inteiro.
Com infinitas e milenares histórias e/ou lendas, outro atrativo são seus imponentes edifícios.
Muitos ainda desconhecem as diferenças entre templo (otera) e santuário (jinja), citando, geralmente, todos como templo.
Templos são budistas e santuários são xintoístas. Por isso, tenho utilizado, em postagens, a expressão templo budista e santuário xintoísta.
Como são duas religiões diferentes e, portanto, as práticas também são, é bom saber identificá-los para comportar-se adequadamente dentro deles, quando fizer uma visita.

No budismo japonês, estas são as mais famosas linhagens ou escolas: Zen, Tendai, Shingon, Nichiren, Jodo. Porém, dois templos (Todaiji, Nara, é uma deles) não pertencem a nenhuma. 
Embora tenha uma grande influência na sociedade japonesa e um grande número de seguidores, sendo a segunda religião, o budismo surgiu na Índia Antiga - e n…