Última postagem

9 de fevereiro é o dia do fugu (baiacu), no Japão

Assim como diversas datas, este é mais um trocadilho.
Um dos pratos mais célebres e famosos do Japão, tem o seu dia.
Apesar da pronúncia da palavra "fuku" soar como roupa, através dos números 2 (Fu) e 9 (Ku), nasceu o dia do Fugu, criada pela Federação de Roupas de Shimonoseki, em 1980.

Fugu é o peixe baiacu, em português. Um peixe com propriedades venenosas letais que, através da bactéria tetrodotoxina causa morte por asfixia, se não for medicado a tempo. O fugu torna-se agente do tetrodotoxina por alimentar-se de animais que contem a bactéria. Com exceção da pele, o peixe é considerado venenoso.
A parte considerada mais saborosa é mais perigosa: o fígado.
Vi muitas notícias de mortes e internações causadas pelo consumo de baiacu, devido à falta de informações.
Para saber mais sobre o fugu, ou baiacu, leia na Wikipedia.

No Japão Antigo foi bastante consumido, sendo proibido e depois liberado, no período feudal.
Hoje em dia, no Japão, tudo é rigorosamente controlado, desde a pesca até a venda em mercados, obedecendo a leis e apresentando documentos oficiais para esse fim.
No Japão, a pesca do fugu é controlada rigorosamente, podendo ser realizada somente na época da desova.
Pesquisas e avanços tornaram o cultivo do fugu de forma mais segura - tendo locais conhecidos produzindo esses peixes não venenosos - , mesmo assim, por questão de segurança, o Imperador é proibido de consumir.
A preparação do fugu é rigorosamente controlada, não só no Japão, mas em diversas partes do mundo.
No Japão, desde 1958, chefs de restaurantes devem ter licença e capacitação, que incluem prova escrita, identificação de peixes, preparo e comer o peixe. O curso tem duração de 2 a 3 anos e poucos conseguem a aprovação.
Somente em 2012, os restaurantes puderam apresentar o fugu em seus cardápios.
O fugu é servido como sashimi ou chirinabe.
Experimentei um sashimi de fugu em um restaurante de Kyoto. O sabor? Se não fossem os temperos adicionados como shoyu, molho de soja, e gengibre ralado, não tem gosto de nada. Um prato de sashimi, como o da imagem, custa em torno de 2 a 3 mil ienes.

Comentários



Leh,

O meu pai costumava pesca-lo e somente ele sabia preparar.
A carne é saborosa.


Bjs
Leh ou Helena disse…
Ainda bem, Sissym, é preciso saber preparar, né? Não senti sabor no sashimi, mas creio sim, que temperado, deve ser delicioso.
Beijos, amiga!
Malu Silva disse…
Amigos, depois de mais de um ano afastada dos blogs estou voltando e aguardo visita de quem estava acostumado a passar pelos meus espaços!@
momentosbrancoepreto.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos

Festival de Tulipas de Nabana No Sato, Nagashima, Mie