Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2015

Portas do Japão

Imagem
Quem chega ao Japão pela primeira vez se surpreende muito, dando de cara com a modernidade.   Nas estações de trem, com os taxis, cujas portas abrem automaticamente.  Muito se fala sobre trens do Japão, da funcionalidade e pontualidade. Fala-se também, net afora, dos banheiros do Japão, em estilos asiáticos e da modernidade dos modelos ocidentais.  As portas do Japão também merecem destaque, pela beleza dos modelos tradicionais e pela praticidade das automáticas. Como são as portas no Japão? Vou mostrar aqui as portas tradicionais japonesas e as modernas automáticas, que abrem pelo sensor. As portas em interiores de estações de trem, entradas de shopping, lojas de departamentos, supermercados e edifícios são sempre automáticas. Porém, ainda existem muitas portas tradicionais. Portas tradicionais japonesas podem ser shōji ou fusuma. Embora usem o mesmo nome para os dois tipos de portas, o shōji, que serve como janela, é uma porta em estrutura de madeira, forrada com washi, papel tradicional j…

Monte Fuji, Arakura Sengen Jinja, Chureito Pagoda

Imagem
Um dos mais famosos cartões postais retratando o Monte Fuji é com o Chureito Pagoda. O pagode é parte de Arakura Sengen Jinja e o acesso se faz através do santuário. Arakura Sengen também tem seus encantos, permitindo as mais lindas imagens, pela escadaria e pelas vistas agradáveis.
O santuário tem duas entradas, ambas permitem lindas imagens. Através de uma das entradas, é possível visualizar bem o Monte Fuji, pelo portal xintoísta, torii. Abaixo é a entrada principal, com estacionamento, pra quem for de carro. Se desejar, poderá subir até ao pagode de carro. Para quem deseja seguir a pé, pode escolher entre a rampa e a longa escadaria. A princípio, a escadaria não parece ser tão longa. Dizem, são 400 degraus. Parece não ter fim, mas vale a pena. Basta olhar pra trás e ver o imponente Monte Fuji ganhando suas vistas. 



Se preferir pode seguir pela rampa e descer pela escadaria para obter as imagens do Monte Fuji. 
Outra opção é seguir pela rampa até uma determinada altura, já que estão lado a la…

Museu Kubota Itchiku, em Kawaguchiko

Imagem
O museu, criado pelo próprio artista têxtil Kubota Itchiku, levando seu nome, está localizado em uma agradável região de área verde, em Kawaguchiko  O museu conta a história do tingimento em seda, shibori, desenvolvido por Kubota itchiku.
Kubota Itchiku dedicou sua vida para desenvolver técnicas de tingimento para estampar quimonos, chamada tsujigahana. A técnica já existia, mas foi desaparecendo com o tempo. Kubota, que sempre foi fascinado pelo estilo tsujigahana, desenvolveu a sua própria, que se chamou Itchiku tsujigahana.
Reconhecido mundialmente, fez diversas exposições no exterior, ganhou prêmios nacionais e internacionais.
Kubota itchiku faleceu em 2003, aos 85 anos.
O museu impressiona desde o portão de entrada, pela diferente arquitetura e materiais utilizados. Os detalhes dos portões são diferentes entre os lados externo e interno.


O museu, aberto em 1994, tem um belíssimo jardim com lago, cachoeira, bancos de madeira, palco ao ar livre, cujo paisagismo foi elaborado por Kubota. Em…