Última postagem

Kanzanji, Hamamatsu, Shizuoka

Kanzanji é um templo zen da seita Soto, fundado no ano 810, por Kobo Daishi, localizado no Monte denominado Tateyama, na área do Lago Hamanako. 
É um templo muito interessante pela grande estátua de Kannon Bosatsu - símbolo de Hamanako e a maior da região -, pelas vistas que proporciona ao caminhar pelas trilhas e apreciar o lago ao seu redor, uma caverna com dedicação à doença dos olhos, além de um pequeno santuário dedicado ao casamento. 
A partir da área do templo, é possível fazer passeios de barco pelo lago.
Apesar de ser um templo budista tem um torii, portal xintoísta, na entrada. Ao lado, um restaurante com vista para o lago e estacionamento gratuito por 30 minutos.
Subindo a escadaria e no caminho que leva ao templo está o Santuário Atago, construído no período Nara.

No topo do monte está a estátua Kannon Bosatsu, Deusa da Misericórdia, construída em 1935, com 16 m de altura. Chamada pelos japoneses como a Bela Deusa, devido às características suaves.
Construída voltada para o lago, simbolizando fé e oração, transmitindo segurança, salvação e livrando os povos de todas as dificuldades.
Ao lado da estátua uma casa de chá, protegida por um par de waraji.
Explicarei sobre esses waraji, chinelos feitos de palha de arroz na próxima postagem.
Ao redor da estátua existem trilhas e, enquanto se caminha, obtem-se vistas lindas do Lago Hamana.

 Na área do templo, o lago apresenta umas pedras avermelhadas. São rochas de quartzo naturalmente formadas, cerca de milhões de anos atrás.
Seguindo outras trilhas, encontra-se o Kanzanji Ana Daishi - literalmente buraco Daishi -, uma caverna. Uma das coisas mais interessantes do templo.
 Ana (fonética aná) se traduz como buraco. Daishi deve-se ao nome do fundador do templo.
A entrada na área de orações é muito baixa.
Dentro da caverna, velas, incenso e as placas ema. A dedicação de Ana Daishi é a cura de doença dos olhos.
[A caverna é escura, a única iluminação vem das velas,confesso que tive uma sensação estranha. Entrei, fotografei e voltei rapidamente, cuidando para não bater a cabeça na porta que é muito baixa.]
Na imagem abaixo, Salão Principal de Kanzanji.


O interior é surpreendente.

Jizō, ao lado do Salão Principal.

Uma infinidade de placas ema. Os pedidos ou agradecimentos são, na maioria, por sorte no amor.
Kanzanji Enmusubi Jizō Hondō, um pequeno santuário dedicado ao casamento.
Existe uma infinidade de placas "ema".
Nas oferendas, muitos "omamori", amuletos, em agradecimento às graças recebidas.
Todos os anos, no dia 15 de dezembro, o templo realiza o Hi Matsuri, Festival do Fogo. Na cerimônia, o público pode andar descalço no meio da brasa. Segunda a crença, quem cruza o fogo se protege contra doenças.

No vídeo abaixo, uma melhor noção da área do templo, bem como as vistas proporcionadas através do Monte Tateyama:


Não deixe de ler sobre Nukumori no Mori, Bentenjima e Inohanako Jinja nas próximas postagens.

Endereço do templo: 〒 431-1209 静岡県浜松市西区舘山寺町 2231
Shizuoka-ken Hamamatsu-shi Nishi-ku Kanzanji-chō 2231
Fone para navi: 053-487-0107
Mapa


Mais novidades sobre o Japão, curta a >>> fanpage.
Alguns eventos no Canal >>> YouTube.
Siga-nos também no Twitter e no Instagram.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos

Festival de Tulipas de Nabana No Sato, Nagashima, Mie