Última postagem

Heiwa Kōen, o Parque da Paz de Nagoya

Quando o Japão se candidatou para sediar os Jogos Olímpicos de 1988, Nagoya tinha a intenção de construir um estádio olímpico em uma grande área florestal. Seul foi a vencedora, o plano mudou e o local que era uma imensa floresta, desenvolveu-se, sendo hoje um grande parque familiar com diversos memoriais e um imenso cemitério, denominado Heiwa Kōen, Parque da Paz.
Embora a idéia inicial de falar sobre o Parque Heiwa tivesse sido sobre o hanami, resolvi fazer em 2 postagens, pela sua importância cultural e pelos fatos históricos e monumentos relacionados às tragédias naturais da região de Nagoya. Nesta postagem mostrarei um pouco da história do parque e a próxima, exclusivamente sobre o hanami.
O Parque da Paz de Nagoya, com 147 hectares, está localizado na região montanhosa da cidade, em Chikusa, ao norte do Jardim Zoológico e Botânico Higashiyama.
Com amplo espaço verde, cemitérios, diversos memoriais e lagoa, é famoso pelas 2300 árvores de cerejeiras, ocupando áreas que atravessam avenidas, com praças nomeadas Norte e Sul. Existem ainda árvores de ácer, ciprestes vermelhos e aves vivendo no local.
O grande cemitério é parte da reconstrução do pós-guerra, em que 190.000 túmulos de 278 templos da cidade foram levados ao parque, dispostos e marcados como eram originalmente. No mapa disponível no parque, a localização das lápides estão marcadas por cores.
O estádio olímpico seria construído no lado sul do parque.
Na área de lazer do parque, muito espaço onde se pode fazer churrasco, além de parque infantil e um grande campo.

Um pouco mais a frente, a lagoa Nekogahora, área para pesca.
Ao redor do Nekogahora Ike, muitas cerejeiras da variedade pendente.
No Heiwa Kōen Hall, inúmeras homenagens representadas por monumentos.
Acima, Monumento Heiwa-dō, como parte do projeto de reconstrução. No interior há uma imagem de Kanzeon Bosatsu, Deusa da Misericórdia, doada pela cidade de Nanjing, ou Nanquim, China, coirmã da cidade de Nagoya.
Abaixo, memorial às vítimas do Tufão da Baía de Ise que, em 26 de setembro de 1959, fez mais de 5000 vítimas.
A área dos memoriais foi caprichosamente construída, com cerejeiras ao redor.
Descendo em direção aos cemitérios está o Niji no to, Porta do arco-íris. A torre de 21m tem este nome por apresentar as cores do arco-íris no vidro localizado no topo, quando o sol bate. No dia do equinócio do outono, a torre tem as cores do arco-íris da base ao topo. 
Ainda existem o memorial aos que doaram seus corpos para estudos, colaborando para avanços da medicina e um centro de bem-estar animal - onde pode-se obter aulas de disciplina, proteção e gestão de cães e gatos - e próximo, plantações de eucaliptos para alimentar koala do Zoológico Higashiyama. 
Há uma torre denominada Aqua Tower,  que é um tubo de abastecimento de água na zona da montanha, construído para reforçar o abastecimento de emergência em caso de desastre.

E finalmente a área do hanami que se desdobram em regiões, simplesmente fantástico. 
Cada enorme quadra é repleta de cerejeiras por todos os lados. 

Para conhecer o parque é preciso dispor de algumas e disposição para andar muito em toda a área, que é linda e cheia de história. Na próxima postagem, as cerejeiras de Heiwa Koen. 

Endereço: 〒464-0022 愛知県名古屋市千種区平和公園2丁目
Aichi-ken Nagoya-shi Chikusa Heiwa Kōen 2 chōme
Fone: 052-781-2703
Mapa



Mais novidades sobre o Japão, curta a >>> fanpage.
Alguns eventos no Canal>>> YouTube.
Siga-nos também no Instagram e no Twitter.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos

Festival de Tulipas de Nabana No Sato, Nagashima, Mie