Última postagem

Kiyomizu-dera, Kyoto


Construído no ano de 778, antes mesmo de Kyoto ser a capital do Japão, o templo Kiyomizu passou por incêndios, sendo reconstruído no ano de 1633, pelo xogum Tokugawa Iemitsu.
O nome Kiyomizu significa água pura, devido às águas límpidas que correm pelo templo.
Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco desde 1994, está localizado no Monte Otowa, em Higashiyama.
Aqui também é decidido o Kanji do Ano, desde 1995, sempre em 12 de dezembro, que é o Dia do Kanji, clique >>> AQUI para saber mais.
O templo é conhecido pela varanda do Salão Principal, que se projeta oferecendo uma bela vista da cidade de Kyoto.
Kiyomizu-dera não é apenas essa varanda, tem muitos edifícios bonitos e interessantes, além de curiosidades, história e lendas.
Embora alguns edifícios e o conhecido pagode esteja em reformas, não o torna menos atraente.
O templo está em uma área de 130.000m2. Visitar Kiyomizu leva uma boa parte do tempo, desde a movimentada colina, logo cedo, cheia de lojas, restaurantes, barracas de guloseimas.
Abaixo, o Niō Mon - portão - e o pagode de três andares, Sanjūnotō, que se encontra em reformas.

Imagens antes da reforma.
Clique nas imagens para ampliar



.

Grande área de jizō.
Em diversos locais, existem explicações, em inglês, sobre o templo e algumas passagens.
Após atravessar o Niō Mon, a torre do sino e as estátuas jizō, é preciso uma pequena taxa, para conhecer o melhor de Kiyomizu-dera. O ingresso custa entre 300 e 400円, para adultos, dependendo da época.
Edifício de jizō

Jishu jinja, santuário interno  

Conhecido como "cupido do Japão", existem estátuas de divindades diversas no santuário Jishu, como de Okuninushi no Mikoto, o mesmo deus que salvou o coelho, cuja lenda contei na postagem do Templo do Coelho Branco <<< clique se não leu, cuja história envolve amor e fertilidade.
Não consegui fotografar as duas pedras, devido ao grande número de pessoas - faça uma ideia pela foto abaixo - mas há uma crença.
Quem já foi neste local, pode ter visto pessoas andando de olhos fechados. Existem 2 pedras como esta, chamada Kouiranai no ishi - Pedra da Sorte no Amor - em uma distância aproximada de 18m. Dizem que quem conseguir chegar de uma pedra à outra, de olhos fechados, terá a sorte de encontrar seu amor. Caso a pessoa consiga chegar à outra pedra ajudada por alguém, conseguirá o amor por intermédio de outra pessoa.
Não poderiam faltar as ema, onde se escrevem desejos e as estátuas dos deuses da sorte.


HondōSantuário Principal - Tesouro Nacional

É o local mais procurado, famoso pela varanda, onde se avista a cidade de Kyoto e também, ao fundo, o Koyasu Pagoda.
Aqui também há uma lenda: dizem que quem for até ao Koyasu Pagoda, terá parto fácil e seguro.

Este palco dá origem à uma expressão que os japoneses usam quando decidem fazer algo ousado ou negócio arriscado, que exija coragem: "Kiyomizu no butai kara tobioriru tsumori de" ou seja "Com a intenção de pular do palco de Kiyomizu", devido à uma tradição na era Edo, em que as pessoas acreditavam que, pulando daquela altura e sobrevivessem, o desejo seria concedido. Quase 20% dos que saltaram, morreram e a prática foi proibida.
A imagem acima é do Hondō no verão.
Daqui, a vista para o Okunoin, em reformas, e as bicas da Cachoeira Otowa.
Abaixo, varanda de Okunoin - que se encontra em reformas - vista através de Hondō.
Na cachoeira Otowa a fila é grande. Os visitantes fazem filas para tomar a água que descem em 3 bicas.
Cada uma tem diferentes significados: longevidade, sucesso acadêmico e vida amorosa feliz. 
Abaixo, imagem frontal do palco do Salão Principal, a partir da torre Koyasu.
Torre Koyasu, onde dizem que, quem visita, terá parto fácil e seguro.

Dentro da grande área do templo, muitas barracas de comida, algumas em estilo tradicional.


Encontrei esta máquina automática de vendas do Häagen-Dazs.

Endereço:  605-0862 京都府京都市東山区清水一丁目294
Kyōto-fu Kyōto-shi Higashiyama-ku Shimizu ichi-chōme 294
Fone: 075-551-1234
Mapa



Mais novidades sobre o Japão, curta a >>> fanpage.
Alguns eventos no Canal >>> YouTube.
Siga-nos também no Twitter e no Instagram.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos

Festival de Tulipas de Nabana No Sato, Nagashima, Mie