O nome do blog "Vidasemvoltas" mudou para Japão Cultura e Turismo

Kimono Foresuto, Floresta do Quimono, da estação Randen Arashiyama Kyoto

Uma estação de trens que é atração em Kyoto: Randen Arashiyama.
Além da famosa floresta de bambus, existe uma segunda, ainda não tão famosa, porém tão bela, localizada na estação de Arashiyama, Kyoto.
"Dar um ar fresco à estação, mantendo a antiga tradição" foi a ideia desta segunda floresta de Arashiyama. 
O objetivo era, também, de dar uma nova vida à estação, localizada próximo à ponte Togetsukyō, enquanto se aguarda o trem.
Kimono Foresuto, ou Floresta do Quimono, é o nome do local que conta com 600 pilares de acrílico medindo 2 metros de altura, enfileirados, inspirado na floresta de bambu de Arashiyama, na estação conhecida popularmente como Randen, linha Keifuku.


Instalados em 2013, na renovação da estação,os pilares agrupados receberam o nome de floresta. Em cada um desses pilares, há uma estampa diferente em 32 padrões têxteis, tingidos no tradicional estilo Kyō yūzen, nascida em Kyoto.
A iniciativa partiu da antiga empresa de fabricação têxtil Kamedatomi - que remonta à era Taisho - e colaboração do designer Yasumichi Morita, que criou os padrões de tecido de quimono Kyō yūzen colocados nos postes.
Kimono Foresuto tem 3 temas: "Kimono no kairō" ou Corredor do Quimono, "Ryū no Atago Ike" ou Lagoa do Dragão Atago e “Kimimatsusakura” 
Ryū no Atago fica quase no final da caminhada. É o local de energia da estação, onde muitos vão para orar pelos sonhos e objetivos. 
Segundo a crença, mergulhar as mãos na água de Atago, cujas nascentes estão 50 metros abaixo do solo, vindo de fontes de águas subterrâneas da montanha sagrada de Atago, vai se sentir relaxado e abençoado com a felicidade. A nascente natural é visto como o protetor da estação e seus visitantes.
Tive a sorte de chegar na estação à noite e vê-los iluminados com as LED. Nem mesmo as imagens podem descrever a beleza de andar num local como aquele. Mesmo durante o dia, a imagem é belíssima e tornou-se atração turística.
Os pilares estão por toda a estação e podem ser vistos sem usar o trem. No projeto de renovação aboliram-se as catracas e todos podem desfrutar dessas belezas, sentar e descansar entre os pilares. Como toda estação, existem boas cafeterias e ainda conta com um ashiyu, pequenas piscinas de água quente, onde pode descansar os pés
Portanto, caso vá visitar Kyoto de carro, poderá também admirar a Floresta do Quimono.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

A arte contada em arte, por Lucille Kanzawa

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi