O nome do blog "Vidasemvoltas" mudou para Japão Cultura e Turismo

Otagi Nenbutsu-ji, o templo das 1200 estátuas rakan, em Kyoto

Quem vai até Arashiyama, em Quioto, para ver o bambuzal - uma pequena caminhada de 10 minutos através de belas imagens, incluindo um santuário -  não pode deixar de seguir o caminho que indica ao templo Adashino.

Depois de atravessar o bambuzal, existem muitos templos indicados em placas, um deles é o famoso Adashino Nenbutsu-ji, com 8000  estátuas, que foram colocadas em memória aos que morreram sem parentes. No entanto, é mais um daqueles lugares que não se pode fotografar no Japão.
Ainda seguindo em frente, depois de andar uns 20 minutos por tranquilos atalhos, entre modelos de casas antigas, à margem de uma rodovia está o Otagi Nenbutsu-ji, um dos mais diferentes templos que vi até hoje.
Embora não esteja muito listado em guias, Otagi é um templo interessante e diferente.
Otagi Nenbutsu-ji é um templo budista, da seita Tendai, localizado em Quioto no Monte Atago.
Originalmente, o templo foi construído no período Nara, com o nome de Atago, criado por ordem da Imperatriz Shotoku, filha do Imperador Shomu.
O templo tem muitas histórias de desastres. Uma enchente no rio Kamogawa inundou o templo, sendo reconstruído como um desdobramento do Enryaku-ji. Mais tarde, foi destruído pela guerra civil, sendo novamente reconstruído. Depois de ter sido transferido onde está hoje, novamente um tufão, em 1950, devastou o templo e somente em 1981, os danos foram reparados, quando 1200 estátuas começaram a ser esculpidas por seguidores do Buda - durante um período de 10 anos - liderado pelo escultor, que mais tarde se tornou sacerdote, Kocho Nishimura.
Aparentemente, não há nada especial na fachada do templo. Localizado em uma colina, tem aspecto sombrio.
Ruínas do Templo.
Depois de atravessar o portão principal, pagando um ingresso de ¥300, seguindo à direita, estão os jardins. Em meio aos jardins que se dividem em partes inferior e superior, estão as estátuas por todos os lados.
As estátuas representam o arhat, em sânscrito, ou rakan, discípulos de Buda.
São muitas imagens interessantes, com gestos e expressões diversas.
A maioria das estátuas estão cobertas de musgo, algumas parecem esfarelar, com aparências bem remotas.
As expressões divertidas das esculturas tem o objetivo de abrandar o coração dos visitantes.



Essas estátuas ficam logo após a entrada, na parte inferior.
Seguindo à parte superior, as paredes da rampa que leva ao sino ganham as estátuas como decoração.
Também diferente é a torre, com 3 sinos.
Os 3 sinos do templo são banhados a ouro e o espaço é denominado Sambo no Kane, conhecido como as campainhas dos 3 tesouros: Buda, Dharma e sacerdotes.
Na parte superior do templo é onde está o melhor, com muito mais estátuas e edifícios como o Hondō (Salão Principal) - importante propriedade cultural - e o Ema-dō.
Dentro dos edifícios estão imagens tradicionais do Buda, em bronze. 







Pagode do Templo.
A ponte leva até a imagem dourada de Boddisatthva.
Além de oferecer uma vista geral encantadora.
No alto da colina, além da beleza panorâmica, a imagem de Boddisatthva banhada a ouro.

Através do vídeo, a visão geral de Otagi Nenbutsu-ji, para melhor noção do local:


Um destino turístico em Quioto, ou Kyōto (como queiram) que recomendo.
Ingresso: ¥300
Horário de visita: 8h às 17h.
Endereço:  〒616-8439 京都府京都市右京区嵯峨鳥居本深谷町2-5
Kyōto-fu Kyōto-shi Ukyō-ku Sagatoriimoto Fukatani-chō 2 - 5
Fone: 075-865-1231
Mapa


Mais novidades sobre o Japão, curta a >>> fanpage.
Alguns eventos no Canal >>> YouTube.
Siga-nos também no Instagram e no Twitter.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

A arte contada em arte, por Lucille Kanzawa

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi