Última postagem

Ekiben, bentô (marmitas) das estações de trens no Japão

Se por um lado, tudo no Japão é feito com qualidade, perfeição e riqueza de detalhes, a culinária não fica atrás.
E isso todos sabem. Os pratos são bonitos e de "comer com os olhos".
Por isso, muito apreciada!

Emissoras de TV apresentam matérias sobre culinária praticamente o dia inteiro.
A impressão que se tem é que comem o dia inteiro.
Reportagens nunca deixam de divulgar receitas da culinária local, em matérias de turismo.
Grande também é o número de redes dos fast-foods. Você encontra as famosas redes como Sukiya, Saizeriya, Yoshinoya, Gusto (leia-se Gasuto), Coco Ichibanya, e inúmeras outras, em todas as cidades e, em lojas de conveniência, os obentôs - ou marmitas japonesas - estão disponíveis 24 horas.

Ruas minúsculas, sem calçadas, dão lugar a um grande espaço gastronômico.
Lá dentro, o pequeno espaço induz às refeições rápidas, no balcão.
Ou... na rua, na calçada, em pleno invernão.
Obentôs, bentôs, marmitas, ou seja, comidas prontas, facilitam a vida dos japoneses e estão em prateleiras de mercados, lojas de conveniência e exclusivas.

Se por um lado, comer dentro de trem não é recomendável, nos trens de longa distância isso é permitido.
Os shinkansen, ou trem bala - que são os "aviões" de linha férrea com todo conforto e mais acessível - dispõem de mesinhas acopladas, como nos aviões.
A única diferença é que lanches, marmitas e bebidas são vendidos, dentro dos trem bala.
Nas estações de trem de longa duração, principalmente onde os trem bala operam, existem os ekibenya - lojas que vendem marmitas especialmente para viagem.
Ekiben (eki =e stação + bentô = marmitas japonesas) ou ekibentô são os bentôs vendidos em estação.
É uma classe especial de bentôs que são vendidos somente em estações de trens de longa distância.
Ekibens surgiram no final do século XIX, propagando-se a partir dos anos 70, ficando no auge nos anos 80, mas mesmo hoje são procurados.
São considerados turismo cultural, pois os pratos variam conforme a produção de cada região.


Finamente embalados, acondicionados em caixinhas, muitas vezes de madeira, plástico ou cerâmica.
E até em formato de shinkansen, rewm-bala.
Este é o movimento de um ekiben-ya (lojas exclusivas de venda de ekibentô) na estação de Tóquio, dá pra perceber? É a loja que está no vídeo que posto no final da postagem.
Não são mais caros, pelo contrário, assim ficam as prateleiras dentro de um ekiben-ya, na hora da "xepa": vazio!
Os ekibentôs também são vendidos dentro dos trem-bala.

Este vídeo é do ekiben-ya da estação de Tóquio, que está na foto acima:



Acompanhe as novidades sobre o Japão, curtindo a >>> fanpage.
Veja alguns eventos, inscrevendo-se no Canal >>> YouTube.

Comentários

Sissym disse…
Nossa Leh, isso tudo é muito diferente e bacana. Adoraria fazer uma viagem num trem deste. Que conforto!

Bom final de semana!

Beijos

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Festival de Tulipas de Nabana No Sato, Nagashima, Mie