O nome do blog "Vidasemvoltas" mudou para Japão Cultura e Turismo

Ekiben, bentô (marmitas) das estações de trens no Japão

Se por um lado, tudo no Japão é feito com qualidade, perfeição e riqueza de detalhes, a culinária não fica atrás.
E isso todos sabem. Os pratos são bonitos e de "comer com os olhos".
Por isso, muito apreciada!

Emissoras de TV apresentam matérias sobre culinária praticamente o dia inteiro.
A impressão que se tem é que comem o dia inteiro.
Reportagens nunca deixam de divulgar receitas da culinária local, em matérias de turismo.
Grande também é o número de redes dos fast-foods. Você encontra as famosas redes como Sukiya, Saizeriya, Yoshinoya, Gusto (leia-se Gasuto), Coco Ichibanya, e inúmeras outras, em todas as cidades e, em lojas de conveniência, os obentôs - ou marmitas japonesas - estão disponíveis 24 horas.

Ruas minúsculas, sem calçadas, dão lugar a um grande espaço gastronômico.
Lá dentro, o pequeno espaço induz às refeições rápidas, no balcão.
Ou... na rua, na calçada, em pleno invernão.
Obentôs, bentôs, marmitas, ou seja, comidas prontas, facilitam a vida dos japoneses e estão em prateleiras de mercados, lojas de conveniência e exclusivas.

Se por um lado, comer dentro de trem não é recomendável, nos trens de longa distância isso é permitido.
Os shinkansen, ou trem bala - que são os "aviões" de linha férrea com todo conforto e mais acessível - dispõem de mesinhas acopladas, como nos aviões.
A única diferença é que lanches, marmitas e bebidas são vendidos, dentro dos trem bala.
Nas estações de trem de longa duração, principalmente onde os trem bala operam, existem os ekibenya - lojas que vendem marmitas especialmente para viagem.
Ekiben (eki =e stação + bentô = marmitas japonesas) ou ekibentô são os bentôs vendidos em estação.
É uma classe especial de bentôs que são vendidos somente em estações de trens de longa distância.
Ekibens surgiram no final do século XIX, propagando-se a partir dos anos 70, ficando no auge nos anos 80, mas mesmo hoje são procurados.
São considerados turismo cultural, pois os pratos variam conforme a produção de cada região.


Finamente embalados, acondicionados em caixinhas, muitas vezes de madeira, plástico ou cerâmica.
E até em formato de shinkansen, rewm-bala.
Este é o movimento de um ekiben-ya (lojas exclusivas de venda de ekibentô) na estação de Tóquio, dá pra perceber? É a loja que está no vídeo que posto no final da postagem.
Não são mais caros, pelo contrário, assim ficam as prateleiras dentro de um ekiben-ya, na hora da "xepa": vazio!
Os ekibentôs também são vendidos dentro dos trem-bala.

Este vídeo é do ekiben-ya da estação de Tóquio, que está na foto acima:



Acompanhe as novidades sobre o Japão, curtindo a >>> fanpage.
Veja alguns eventos, inscrevendo-se no Canal >>> YouTube.

Comentários

Sissym disse…
Nossa Leh, isso tudo é muito diferente e bacana. Adoraria fazer uma viagem num trem deste. Que conforto!

Bom final de semana!

Beijos

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos

A arte contada em arte, por Lucille Kanzawa

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi