O nome do blog "Vidasemvoltas" mudou para Japão Cultura e Turismo

Kagami Mochi: decoração de Ano Novo no Japão

Sempre às vésperas do Ano Novo, esta decoração está presente na fábrica onde trabalho.

É o Kagami Mochi.

Nesta postagem, sobre as comemorações do Ano Novo no Japão, comentei que o arquipélago inteiro fica lindo, incrivelmente decorado - principalmente com luzes - para o Natal, mas imediatamente no dia 26, todas as decorações em lojas e casas são retiradas.
Ficam apenas parques e pontos turísticos, cujas iluminações estendem-se até o início do mês de janeiro, alguns locais até o mês de março.

Ano Novo japonês é tradicional, sendo realizado há milhares de anos. Tudo é interessante, cultural, respeitoso, religioso, harmonioso.

Casa limpa, contas pagas, cartões de Ano Novo (Nengajo) enviados, eles se preparam para o Ano Novo, decorando casas e lojas.
As decorações mais comuns são o kadomatsu, shimekazari e kagami mochi.

Kadomatsu <<< clique para saber mais
A função é fornecer um lugar aos deuses do Ano Novo (Toshigami)

Shimekazari <<< clique para saber mais
São pendurados acima das portas, significando que o interior foi limpo ou purificado, espantando o mal. A corda (Shimenawa) e papel branco (Shide) são mais comuns em santuários.
Shimekazari são decorados com samambaias, daidai e outras plantas da sorte.

Mochihana <<< Clique para saber mais
É também uma oferenda aos deuses. Feito de mochi branco e rosa.
Existe uma lenda que diz que foi criado por pessoas que moravam na região de neve.
Não encontrando flores frescas, usavam o mochi para simulá-las.
A imagem acima mostra um mochihana artificial, por se tratar de decoração em loja.

Existe uma data de início para essas decorações: 28 de dezembro.
Japoneses evitam os dias  29 e 31 de dezembro - pois consideram números ruins, amargos - e também à noite, por considerarem desrespeitosos para com os deuses.
Ficam até o dia 7 de janeiro e guardados até o dia do Dondoyaki.

Kagami Mochi


Kagami mochi são dois bolos de arroz (mochi) sobrepostos, laranja amarga japonesa (daidai) no topo  e uma folha da sorte.
Mochi é um alimento sagrado e por isso oferecido aos deuses.
Kagami significa espelho que, antigamente era redondo e, devido à semelhança no formato, foi dado o nome de Kagami Mochi. Existem várias teorias sobre a origem do nome.
Outras teorias existem também sobre o significado: os dois bolos de mochi sobrepostos simbolizam os 2 anos, o velho e o novo, o coração humano ou a lua e o sol. Os mochi empilhados indicam sucesso ou adição de mais um ano para sua vida.
O daidai ou laranja , significa "gerações" e simboliza fertilidade ou continuação da família; as folhas de samambaia representam o casal harmonioso; os itens da sorte, a felicidade.

 É comum encontrar kagami mochi em mercados, tem preços bem acessíveis, além da possibilidade de montar a seu critério, com peças vendidas separadamente
Nas casas, a maioria prefere deixar nos pequenos santuários.
Bastante usado em estabelecimentos comerciais ou fazendo parte de grandes decorações de fim de ano.


É retirado no dia 11 de janeiro e saboreado com Oshiruko, uma sopa doce de feijão vermelho, com toda família, para trazer a renovação, otimismo e sorte.
Oshiruko pode ser encontrado à venda até e maquininha de vendas automáticas.
Kagami Biraki, que significa abrir ou quebrar espelho, é o dia em que o kagami mochi é retirado e comido. É batido com martelo e não pode ser cortado com faca, pois significa cortar laços ou mau agouro.
Semelhante ritual é também uma festa tradicional no Kodokan, escola de artes marciais dojo.
Quebrar o espelho significa quebrar a imagem de nós mesmos no ano velho.
Kagami mochi é cercado de muitos significados simbólicos, bem como todos os objetos decorativos mostram o quanto as celebrações do Ano Novo japonês são especiais.

Comentários

Leninha disse…
Linda a tua postagem, amiga Leh!

Recebi uma bela mensagem de Ano Novo, que repasso sem conhecer sua autoria. Mas, vale a pena! Um abraço e os meus votos de um muito feliz Ano Novo!!!

Dentro de algumas horas, como um trem, um Ano Novo vai chegar a essa estação.
Se você não puder ser o maquinista, que seja então o seu mais divertido passageiro.
Procure um lugar próximo à janela desfrute as paisagens com o prazer de quem realiza a primeira viagem.
Não se assuste com os abismos, nem com as curvas que não deixam ver os caminhos que estão por vir.
Procure curtir a viagem da vida, observando arbustos, riachos, tons mutantes de paisagem. Desdobre o mapa e planeje roteiros.
Preste atenção em cada ponto de parada, e fique atento ao apito da partida.
E quando decidir descer na estação onde a esperança lhe acenou, não hesite.
Desembarque nela junto com os seus sonhos…
Viver é a única coisa que não dá para deixar para depois…
Desejo que a sua viagem pelos dias de 2013, seja de PRIMEIRA CLASSE!

Bjssssss,
Leninha
Suely Poubel disse…
Feliz Ano Novo amiga Leh, muita saúde, muita paz, muita felicidade, um 2013 repleto de realizações para você e sua família. bjnhos.
João Poeta disse…
Obrigado por proporcionar-me o encantamento dessas alegorias comemortivas do ano novo.
A cultura japonesa é, de fato, muito curiosa e surpreendente. Adorei as decorações que, deve ter para nós, os ocidentais, o mesmo espírito de fé e esperança no futuro.
Feliz ano novo!...
Até...

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

A arte contada em arte, por Lucille Kanzawa

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos