Última postagem

Lenços de papel no Japão: ao invés de sujar, limpar

Quem não conhece esta caixinha? Lenços de papel, igual no mundo todo.
No Brasil, eu tinha uma caixinha dessa na mesa de trabalho, quando estava com gripe. Não era um produto dos mais acessíveis e, até por isso, alguns colegas usavam papel higiênico, substituindo esses lencinhos.
Acessíveis, são vendidos em pacotões no Japão. Servem como guardanapo, substituem os lenços de pano que os japoneses consideram anti-higiênicos. É um produto presente no dia-a-dia dos japoneses.

Existem os pequenos pacotes de bolso que além das utilidades citadas, é também um grande quebra-galho, caso não encontre papel higiênico em banheiros públicos: são distribuídos nas ruas com função de marketing.
Panfletagem nas ruas chega a ser menor que a distribuição desses lencinhos no Japão.
Em geral, panfletos são distribuídos em domicílios, evitando sujeira nas ruas, muito embora - por questão de consciência e educação - não tenham hábito de atirar lixo ao chão.
As caixas de correio quase sempre ficam assim.
Em grandes eventos com vários expositores, praticamente todos distribuem catálogos aos visitantes.
Solução: com uma moedinha de ¥100 é possível adquirir uma sacola para guardar os panfletos que for de interesse.
Em ruas de grande movimento,  geralmente próximas às estações de trem, é muito comum encontrar pessoas entregando pequenos pacotes com lenços de bolso.
Essas pessoas fazem free-lancer distribuindo lencinhos nos finais de semana e feriados.
São 4 bilhões de pacotes distribuídos nas ruas, comércio que gira em torno de ¥75 bilhões anualmente no Japão.
Alguns produtos são distribuídos com entregadores estilizados e os lencinhos acompanhado de outros brindes.
E não é só nas ruas.
Grandes empresas de prestação de serviços como bancos, seguradoras, etc. costumam agradecer aos clientes, na abertura da conta ou contratação de serviços, com lembrancinhas. Às vezes, são toalhas de mão ou caixinhas de lenços de papel como esta, abaixo (ganhei as duas), quando abri a conta em um banco japonês.

A idéia da distribuição desses lenços - tisshu, em japonês ou tissue, em inglês - como marketing nasceu no Japão.
Por volta dos anos 60, Hiroshi Mori, fundador de uma indústria de produtos de papel denominada Meisei Industrial Co., queria difundir a demanda dos produtos que fabricava.
Na época, eram distribuídas caixas de fósforos como objeto de marketing, mas não atingia todas as classes, pois geralmente iam para a cozinha.
Teve a idéia de criar pequenos pacotes de lenços de bolsos para serem distribuídos. Desenvolveu uma máquina para dobras de papel e pacotes pequenos para fácil transporte.
Passou a comercializar apenas como publicidade e obteve sucesso.

A ferramenta teve boa aceitação no mercado pois, além de barata, bastante funcional.
Ninguém descarta esses lencinhos de papel, que podem servir - como já citei acima - como papel higiênico em banheiros públicos que porventura não dispuser.
O anúncio vai diretamente na mão do consumidor.
Dificilmente alguém recusa um presentinho.
Em pesquisa realizada, destacou-se que todos - mesmo que rapidamente - leem o anúncio estampado.
O anúncio fica retido enquanto o consumidor estiver com o pacotinho nas mãos.

Essa prática que começou no Japão, também é usada nos EUA e no Canadá, levada por empresa japonesas ou asiáticas.

Outra coisinha: se não lhe entregarem o pacotinho de lenços, não se preocupe, não é preconceito. O público-alvo não é você.
Eu tive que pedir o pacotinho abaixo e só depois soube porque ele não queria me entregar:
São anúncios diversos de "casa de mulheres" ou relacionadas.
Como essas, existem outras :
Lenços umedecidos também são distribuídos, porém em menor número. O marketing está estampado nas embalagens plásticas
Esta forma de marketing, muitas vezes, tem alguma causa e é usado, também, pelas agências do governo.
Até a polícia utiliza os lencinhos para divulgar fotos de criminosos procurados.
O lenço abaixo, distribuído pela polícia, divulga uma recompensa.
Um crime não resolvido, desde 2009. Através da imagem abaixo "scaneada" a polícia oferece uma recompensa de ¥3 milhões a quem der informações sobre o caso. (Esta informação também está no site da polícia local)

Excelente marketing de baixo custo para empresários que divulgam de maneira limpa.

No Brasil, eu comprava esses lencinhos em pequenas embalagens, para bolso e bolsa.
No Japão são distribuídos gratuitamente.

Mais novidades sobre o Japão, curta a >>> fanpage.
Alguns eventos no Canal >>> YouTube.
Siga-nos também no Instagram e no Twitter.

Comentários

Diana disse…
No Brasil o lencinho é caro e raramente encontrava caixinha grande. Só pacotinho. Já me acostumei a usar lenço de papel no Japão, tenho uma caixa em cada canto da casa e no carro rsrsrs são tão baratinhos!
Suely Poubel disse…
Olá amiga Leh! Sou viciada nesses lencinhos de papel, que já me "salvaram" em várias situações...a última vêz em um acidente no onibus em que eu estava, bati com o rosto naquele ferro dos bancos e abri o queixo, os lencinhos me ajudaram a estancar o sangue e de outros 2 passageiros que tambem se feriram e não tinham lenços de papel. Fora em outras situações de banheiro público, pra variar sem papel...os lencinhos me salvaram,kkkkk. bjnhos.
海子 Okasan disse…
Os lencinhos de papel que aqui em França chamamos " Kleenex " para os designar é o nome do produto!
Claro que outras marcas fabricam lencinhos de papel, mas o nome de "Kleenex" ficou :)

O seu post está muito bom!

Quando passei pelo Japão, estava na Sannomiya Station, e uma menina estendeu para mim um pacotinho que eu não sabia o que era...
Como pensei que era uma publicidade qualquer, recusei ^^
Quando a minha amiga que mora lá me disse o que era,acrescentando que toda a gente aceitava e que assim, ela nunca precisava de comprar lencinhos de papel!!!!
Ohhhh! Vergonha minha :(
Espero que a menina que os distribuía, não tenha ficado machucada ^^

Aqui em França, as caixas do correio desbordam de panfletos publicitários e nas ruas também são distribuídos.
Contrariamente ao Japão, aqui, muita gente joga para o chão :(

Agora, vê-se cada vez mais escrito nas caixas de correio: " Publicidade? Não, obrigada"...

Mas esse jeitinho do Japão, de distribuir pacotinhos de lenços de papel, também se encontra nas lojas japonesas do quarteirão da "Opéra" em Paris e nos salões, como "Japan-Expo" onde a cultura japonesa e os japoneses, estão presentes, com publicidade das lojas ou produtos.

Só que eu, uma vez no Japão, esqueci esse pormenor :) Cultura! Culturas ^^

Até á próxima ;)

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Festival de Tulipas de Nabana No Sato, Nagashima, Mie