O nome do blog "Vidasemvoltas" mudou para Japão Cultura e Turismo

Hōnen Matsuri, o Festival da Colheita e da Fertilidade no Japão

Hōnen-sai é o Festival da Colheita e Fertilidade no Japão, em que se agradece pela boa safra, pela prosperidade e fertilidade, realizado todos os anos no dia 15 de março, no Tagata Jinja, em Komaki.

Antes mesmo da postagem que fiz sobre o Hōnen Matsuri  <<< leia para saber a origem - tinha muita curiosidade e fui ver de perto esse Festival.

É um dos festivais mais conhecidos nacional e internacionalmente e muito visitado, principalmente por estrangeiros.
Mesmo sendo dia da semana é bastante frequentado.
Quem vai de trem - o que é recomendável devido ao grande movimento - percebe que, desde a estação, barracas se alojam lembrando o Festival.


São doces, lembrancinhas, artesanatos representados por falo, antes mesmo de chegar ao santuário.



Esculturas, em madeira, dos órgãos genitais masculinos e femininos,  lembrando sempre a fertilidade.
Como todo festival no Japão, equipes de segurança, saúde e bombeiros.
Finalmente Tagata Jinja!
Muitas barracas desde a frente do santuário

Algumas, muito atrativas, transformavam alimentos como bananas caramelizadas.

Todos se divertiam muito, principalmente jovens, com os formatos dos alimentos.
Pirulitos em formato de falo

E até o cachorro quente, preparado conforme o gosto, lembrando falo





Peças de artesanato para lembrar a fertilidade, de maneira divertida.


Muitos estrangeiros prestigiando a festa por curiosidade.


Muitos entretenimentos antes da procissão.

Antes da procissão, diversos shows são apresentados.



Temizuya, local de purificacão dos santuários
Omikuji, "papéis da sorte"com maus presságios, amarrados e que serão queimados


Placas "ema" (leia-se emá), com maioria pedindo pela fertilidade e agradecimentos.
Santuário Tagata Jinja: local de orações. No final da procissão, o falo gigante é trazido para este edifício para um ritual, com apenas alguns participantes, depois levado ao Shinmeisha.

À esquerda do santuário, muitas esculturas cultuam a fertilidade




Aos fundos, Shinmeisha, onde ficará o novo falo gigante, substituindo o do ano anterior.
O sino também tem formato do falo.
Dizem que os falos menores que estão á direita e à esquerda, foram enviados por graças recebidas.



Finalmente, quando a procissão foi anunciada, a multidão já se posicionava. Foi difícil escolher um bom lugar, por conta de uma enorme fila no banheiro.
O jeito foi sair procurando um lugar alto, afinal não podia deixar de registrar o principal momento.
Japoneses são muito corretos e não achei que determinados lugares ótimos para fotografar poderiam ser ocupados. Foi aí que vi japoneses sobre um muro de um pequeno jardim. Era um pouco alto, mas consegui subir. Mesmo assim, tive que levantar o tripé.
Na verdade, preferia um destes dois lugares. Mesmo em dia de semana, os espaços são muito concorridos.


Ao contrário de todos os eventos do Japão - pontualíssimos - este teve um pouco de atraso. Alguns contratempos na procissão devido à segurança, mas acredito que seja também devido ao peso do mikoshi.
Mikoshi é o andor, onde são carregadas divindades nos festivais no Japão.

Finalmente, o símbolo da fertilidade!

O falo gigante foi levado para o Santuário Principal, em cerimônia particular, com apenas alguns integrantes da procissão.

Não postei todas as imagens e vídeos, mas tem um pouco da procissão no vídeo abaixo. Algumas imagens saíram "balançadas", porque tive que levantar o tripé e foi difícil manter reto.


A parte mais divertida foi o mochinage, que significa jogar mochi (motí), que pode ser visto no vídeo acima.
O vídeo abaixo com o "mochinage", bastante divertido:


Japoneses encaram esse festival com muita naturalidade. Já os estrangeiros levavam tudo na brincadeira.
Foi um passeio que valeu a pena, me diverti muito. Embora tivesse ido sozinha, conversei com muitas pessoas, japoneses e americanos. Os japoneses que ali estavam em pleno dia de semana, na maioria, eram os mais velhos, senhoras e jovens estudantes. Apesar de os japoneses serem mais fechados, senti que os que estavam lá eram mais receptíveis. Os estrangeiros, como eu, foram por curiosidade. Não faltaram câmeras e risos.

Um conselho: não compre doces e lembrancinhas em excesso, como fiz.

Comprei bananas caramelizadas e pirulitos, mas ninguém quis. Os postais, estes não tem como recusar e vou enviar aos amigos.

Endereço: 485-0004 愛知県小牧市田県町152
Aichi-ken Komaki-shi Tagata-chō 152
Fone: 0568-76-2906
Mapa

Veja alguns eventos, inscrevendo-se no Canal >>> YouTube.
Acompanhe as novidades sobre o Japão, curtindo a >>> fanpage.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos

A arte contada em arte, por Lucille Kanzawa

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi