O nome do blog "Vidasemvoltas" mudou para Japão Cultura e Turismo

A todos os mestres, com carinho


"A base de toda conquista... é o professor!
A fonte de sabedoria... um bom professor!
Em cada descoberta, cada invenção... todo bom começo tem um bom professor!..."

Como na música abaixo - o professor é a base de tudo, presente em todas as fases de nossas vidas.



Um dia que seria de homenagem aos professores - pouco comemorado (talvez nem lembrado), na minha opinião - serve, a cada ano que passa, para refletir sobre a situação da educação no Brasil.
Nem todos os países tem o Dia do Professor em seus calendários, embora dêem grande importância ao profissional de ensino.

No Japão não existe data específica para o Dia do Professor, mas há muito respeito e, geralmente, são bem pagos e apoiados.
Para se tornar professor no Japão, eles passam por intenso treinamento e difícil teste, que apenas um pequeno percentual consegue. O processo de aprendizagem continua mesmo quando se tornam professores, tendo aulas no verão e após sua jornada de trabalho.
Tampouco é verdadeira uma frase muito citada, principalmente em redes sociais, de que "professor no Japão não se curva diante do Imperador" (confirmei isso com japoneses, inclusive um professor), mas são chamados de sensei, tratamento honorífico também dado aos médicos ou membro do Parlamento.



Através do texto abaixo, presto minha homenagem a todos os professores, incansáveis batalhadores da educação de nossas crianças e do futuro melhor para o mundo:

Sou professor

Nasci no momento exato em que uma pergunta saltou da
boca de uma criança.

Fui muitas pessoas em muitos lugares.

Sou Sócrates, estimulando a juventude de Atenas a
descobrir novas idéias através de perguntas.

Sou Anne Sullivan, extraindo os segredos do universo
da mão estendida de Helen Keller.

Sou Esopo e Hans Christian Andersen, revelando a
verdade através de inúmeras histórias.

Sou Marva Collins, lutando pelo direito de
toda a criança à Educação.

Sou Mary McCloud Bethune, construindo uma
grande universidade para meu povo, utilizando
caixotes de laranja como escrivaninhas.

Sou Bel Kauffman, lutando para colocar em
prática o Up Down Staircase.

Os nomes daqueles que praticaram minha profissão
soam como um corredor da fama para a humanidade...
Booker T. Washington, Buda, Confúcio,
Ralph Waldo Emerson, Leo Buscaglia, Moisés e Jesus.

Sou também aqueles cujos nomes foram há muito
esquecidos, mas cujas lições e o caráter serão sempre
lembrados nas realizações de seus alunos.

Tenho chorado de alegria nos casamentos de ex-alunos,
gargalhado de júbilo no nascimento de seus filhos e
permanecido com a cabeça baixa de pesar e confusão ao
lado de suas sepulturas cavadas cedo demais,
para corpos jovens demais.

Ao longo de cada dia tenho sido solicitado como ator,
amigo, enfermeiro e médico, treinador, descobridor
de artigos perdidos, como o que empresta dinheiro,
como motorista de táxi, psicólogo, pai substituto,
vendedor, político e mantenedor da fé.

A despeito de mapas, gráficos, fórmulas, verbos,
histórias e livros, não tenho tido, na verdade,
nada o que ensinar, pois meus alunos têm apenas a si
próprios para aprender, e eu sei que é preciso o mundo
inteiro para dizer a alguém quem ele é.

Sou um paradoxo.

É quando falo alto que escuto mais.

Minhas maiores dádivas estão no que desejo receber
agradecido de meus alunos.

Riqueza material não é um dos meus objetivos,
mas sou um caçador de tesouros em tempo integral,
em minha busca de novas oportunidades para que
meus alunos usem seus talentos e em minha procura
constante desses talentos que, às vezes,
permanecem encobertos pela autoderrota.

Sou o mais afortunado entre todos os que labutam.

A um médico é permitido conduzir a vida num
mágico momento.

A mim, é permitido ver que a vida renasce a cada
dia com novas perguntas, idéias e amizades.

Um arquiteto sabe que, se construir com cuidado,
sua estrutura poderá permanecer por séculos.

Um professor sabe que, se construir com amor e verdade,
o que construir durará para sempre.

Sou um guerreiro, batalhando diariamente contra a
pressão dos colegas, o negativismo, o medo, o conformismo,
o preconceito, a ignorância e a apatia.

Mas tenho grandes aliados: Inteligência, Curiosidade,
Apoio paterno, Individualidade, Criatividade, Fé, Amor
e Riso, todos correm a tomar meu partido com apoio indômito.

E a quem mais devo agradecer por esta vida maravilhosa,
que sou tão afortunado em experimentar, além de a vocês,
ao público, aos pais?

Pois vocês me deram a grande honra de confiar-me suas
maiores contribuições para com a eternidade, seus filhos.

E assim, tenho um passado rico em memórias.

Tenho um presente de desafios, aventuras e divertimento,
porque a mim é permitido passar meus dias com o futuro.
Sou professor... e agradeço a Deus por isso todos os dias.

(John W. Schlatter)



Professor é o sal da terra e a luz do mundo.
Sem vós tudo seria baço, e a terra escura.
Professor, faz de tua cadeira a cátedra de um mestre.
Se souberes elevar teu magistério, ele te elevará à magnificência...
... Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.
Melhor professor nem sempre é o de mais saber e, sim,
aquele que, modesto, tem a faculdade de manter o respeito e a disciplina da classe.

[Cora Coralina]
Acompanhe as novidades sobre o Japão, curtindo a >>> fanpage.
Veja alguns eventos, inscrevendo-se no Canal >>> YouTube.

Comentários

Celina Dutra disse…
Leh,

Linda homenagem aos mestres! No Brasil, que sejam respeitados e remunerados à altura da sua importância!
Girassóis nos seus dias. Beijos
Leninha disse…
Leh muito querida,

Que homenagem linda!!!Muito obrigada,pois,aposentada,ainda e sempre me considerarei uma professora.
Bjssss e um lindo final de semana,
Leninha
Van disse…
Fiquei encantada com o texto do John W. Schlatter, nunca li algo tão lindo sobre o tema. para uma profissão tão bela, que desempenha papel tão importante como a de professor esse texto vem elevar-lhes a auto estima e 0o valor. Que todo professor seja digno do reconhecimento e o valor que merecem.

Seu post está belíssimo, parabéns Leh!

Um beijo!
Have a SUPER weekend !
Suely Poubel disse…
Bom dia amiga Leh. Muito bonita e merecida a sua homenagem ao professor, que infelizmente aqui no Brasil continua sem nenhum prestigio, sendo considerada uma profissão sem futuro e mal paga. Fazer o que, né? Ainda temos muito o que aprender, e isso significa valorizar as profissões essenciais. bjnhos.
Sissym disse…
Hoje, querida amiga Leh, encontrei uma amiga do tempo de colegio. Estudamos juntas de 6 anos até 14.
Grande amiga. Pensei muito nela esses dias e Deus me mostrou.
Conversamos tanto sobre colegio e educação.

Bela homenagem.

BEIJOS
mundo virtual disse…
Oii Leh!1
Um espetáculo de homenagem,muiiito linda,eles merecem a base do desenvolvimento de um país é a educação,todos deviam reconhecer a importância do professor!!
Beijos!
Leh, estou aqui de novo e participando, meio que atrasado, desta homenagem. Mas todo dia é Dia do Professor. Abraços a todos nós, portanto!
Lahe disse…
A você, minha mestre, com carinho.

Sua filha, Lahe.

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

A arte contada em arte, por Lucille Kanzawa

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi