Última postagem

Cerejeiras, Sakura, Cherry Blossom: Símbolo de paz e amizade

Primavera, época da florada das cerejeiras no Japão.

Hanami, que significa apreciação das flores (Hana=flor mi=ver), é a temporada de admirar a beleza das cerejeiras que florescem de 7 a 10 dias, dependendo do clima. Chuva forte e ventos podem diminuir esse tempo.

Embora consternados com os últimos tristes acontecimentos, que ainda perduram na região nordeste do arquipélago, a beleza dessas flores nos convidam à tradição de apreciar e fazer festas ao ar livre.

O advento das flores anunciam o fim do inverno rigoroso e início do período de clima mais ameno, além de um novo ano escolar e o ano novo fiscal para empresas. É o recomeço.

Os japoneses comparam as flores das cerejeiras com a vida dos samurais. As cerejeiras desabrocham e sua beleza ofusca durante breve período, pois logo suas pétalas caem. Ambos representam a brevidade da vida e a fragilidade da existência.

O hanami ocorreu pela primeira vez no século VII.
Em um certo dia, os fazendeiros da época combinaram realizar um rito religioso condicionando a abundante colheita às flores das cerejeiras. Comemorariam com comidas e bebidas sob as árvores das cerejeiras. A farta colheita aconteceu e as mulheres usaram peças ou quimonos brilhantemente coloridos. No final do Século XVI, esta festa tornou-se popular e, hoje, os japoneses costumam fazer um piquenique no último final de semana de vida das cerejeiras.

Nestes dias, os parques ficam lotados, todos procurando um lugar embaixo das árvores das cerejeiras.
Comemoram das mais diversas formas, dependendo dos parques, com churrascos ou compram comidas das barraquinhas; alguns preparam em suas casas os dangos, que são bolinhos de farinha ou sakura-mochi, uma espécie de feijão vermelho embrulhado em uma conserva de folha da flor da cereja.

Famílias, colegas de trabalho se reúnem, cantam, comem, bebem e conversam até mais tarde ou até que as luzes dos parques acendam.
Comemoram mesmo que não haja mais espaço sob as cerejeiras.
Existe uma lenda que diz que se uma pétala de cerejeira cair sobre a comida terá muita sorte.

Sakuras estão muito presentes na vida dos japoneses. Existe um Banco com este nome. Ao dar um nome a uma criança, costumam incorporar, de alguma forma, o personagem.
Além disso, é a figura que enfeita a famosa moeda japonesa de 100 ienes.



A primeira música que crianças japonesas aprendem chama-se "Sakura Sakura".

Sakura também apresenta muito apelo comercial. Em meados de março, chocolates, roupas e até cervejas usam a temática. É uma época em que tudo fica rosa, muitas embalagens de produtos e lojas mudam de cor em homenagem à flor-símbolo do Japão.

O Japão presenteou Washington (EUA), através do então prefeito de Tóquio, Yukio Ozaki, em 1912, com 3.000 mudas de cerejeiras, demonstrando paz e amizade entre os dois países.
As mudas foram plantadas no Rio Potomac, em Washington.
Os EUA realizam o National Cherry Blossom Festival, sendo um dos mais importantes nesta época, atraindo milhares de visitantes todos os anos, na mesma época do florescimento das cerejeiras no Japão.
Em 1915, os EUA retribuíram as mudas de cerejeiras com as hanamizuki ou dogwood, uma das flores preferidas dos americanos.
As cerejeiras não são apenas a flor símbolo do Japão, elas marcam muito mais que isso.

Após o tsunami, foi feito um pedido de ajuda do governo japonês aos Estados Unidos, que imediatamente enviaram ajuda humanitária, sendo a primeira a chegar no país.
Além disso, outras ajudas no sentido de resfriar reatores da usina nuclear de Fukushima também estão sendo enviadas pelos americanos aos japoneses.

Estas mesmas flores que um dia foram presenteadas em sinal de paz e amizade, serão retribuídas através de parte da arrecadação sobre a venda de objetos no Festival, em prol às vítimas do terremoto/tsunami do Japão.


"Ahhh, é época de flor de cerejeira. The National Cherry Blossom Festival inicia esta semana na capital da nação, e este ano os organizadores do festival estão incentivando os participantes a doarem dinheiro para aliviar o sofrimento das vítimas do terremoto e tsunami no Japão. O festival celebra a amizade de longa data entre os Estados Unidos e o Japão, que remonta desde 1912, quando o prefeito de Tóquio doou 3.000 cerejeiras para a cidade de Washington. Se você não mora na área, o Serviço Nacional de Parques criou uma transmissão ao vivo via webcam. O festival dura até 10 de abril."

A divulgação do evento e o pedido de ajuda está neste site.

"Não devemos esquecer que esta província é famosa, entre outras coisas, por sua flor de cerejeira (Sakura) e sua cerâmica."


"Há muitos lugares para serem visitados onde há cerejeiras florescendo em Fukushima. Meio de abril é a melhor época para apreciar."

Comentários

Sissym disse…
Leh querida.
Como estão as coisas por aí?!
Esta terra... que beleza, as flores tão delicadas e a musica?! Ouvi todas as dicas, sinto paz com isso.

Beijos
Lilian disse…
Olá querida amiga Leh,

Que saudade, amiga!!
Você continuará no Japão? Tudo bem onde está?

Lindas as flores de cerejeiras nessa época...São tão mimosas...
Que a paz e a amizade que as flores simbolizam se eternizem entre os povos e se revertam em ajudas necessárias de apoio ao povo japonês.
Gostei muito.
Beijos e fique com a paz de Deus.
Carinhosoe fraternal abraço,
Vovó Lili
Parabéns pelo post que faz um completo relato sobre"Cerejeiras, Sakura, Cherry Blossom: Símbolo de paz e amizade" com vasto complemento em fotos e vídeos, gostei de saber não apenas um pouco mais fiquei sabem bastante mesmo, gostei!
Neusa Fiesta disse…
Minha querida amiga Leh! Parabéns por mais esta tão bela e bem elaborada postagem. Já conheço a tradição Hanami, mas não me atentei ao detalhe de que ela ocorre em épocas distintas, no Japão e aqui, no Brasil. Justamente, ela nos remete ao prenúncio da primavera, que é o momento ora vivenciado por vocês. Aqui, para nós brasileiros, ela se dá no mês de agosto. A "nossa" Festa das Cerejeiras,em São Paulo- Capital, já vem ocorrendo há 32 anos. Trata-se de um evento acolhido com bastante entusiasmo pelas pessoas em geral, visto que São Paulo possui o maior número de japoneses e descendentes fora do Japão. Mas não só os de origem nipônica apreciam essa bela manifestação cultural. Eu mesma, já tive o prazer de experimentar a tradição Hanami, fenômeno que ocorre apenas uma vez por ano e por aproximadamente 10 dias, que é o período em que as flores permanecem nos galhos. O ato de contemplar as flores e sentir as pétalas caindo sobre o rosto, tem a capacidade de nos transmitir uma agradável sensação de paz.
Fiquei muito feliz por vc ter me atentado sobre esta postagem, sabedora que é da enorme admiração que tenho pela beleza das Sakuras!
Um grande beijo e obrigada pelo carinho!
LISON COSTA disse…
Saudações!
Amiga HELENA:
Fiz uma viagem lendo o seu fascinante Post!
Com os seus conhecimentos você nos mostrou o outro lado cultural do Japão. São poucos que conseguem descrever com profundidade esse lado e isso graças também a sua sensibilidade.
Valeu a pena a leitura!
Parabéns por mais um excelente Post!
Fraternalmente,
LISON COSTA.
Ricardo Roehe disse…
Amiga vim trazer um presente um mimo do http://maustratosaoidosodenuncie.blogspot.com
Um selinho para seu lindo blog.
Segue o endereço http://i.harepix.com/i/1783463480.gif
Abraço fraterno e Muita Luz em seu caminho.
menina limão disse…
Oi querida amiga, obrigada pela visita, estou aqui retribuindo.
Estou te seguindo tb, adorei seu blog, parabéns!
A minha personagem, toda semana terá um vídeo novo, essa semana estou postando um novo, quero convida-la a conferir e se divertir.
Tenha uma ótima semana, que Deus te abençoe.
Beijos
C C Maia disse…
Leh! Olha só, eu não sabia o significado da música Sakura, para falar a verdade não tinha nem idéia da importância cultural dela. Gosto de escutar música japonesa qdo me sento, ou deito apenas para contemplar os pensamentos, descobrir o que está me incomodando e refletir. E tenho essa música ,sakura, no meu ipod, cantada na voz melodiosa de de 2 moças. Agora q conheço a história, fico imaginando q muitos músicos a devem gravar.
Fiquei morrendo de vontade de comer dangos. Eu só conheço aqueles bolinhos com recheio de feijão, cozidos no vapor e já acho o máximo. Vira e mexe ganho 1 pacote de presente pois adoro e td mundo sabe disso.
Não sabia também dessa cumplicidade entre americanos e japoneses, a oferta das árvores e tudo o mais. Dada a cultura envolvendo a cerejeira, foi um gesto de muitos significados. Vamos todos desejar que as profundezas da terra na área de Fukushima se acalmem, assim como se resolvam, de uma vez, os problemas da Usina Nuclear.
Desejo que muitas pétalas de cerejeira caiam na sua comida. Cheers (乾杯?)!

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos

Festival de Tulipas de Nabana No Sato, Nagashima, Mie