O nome do blog "Vidasemvoltas" mudou para Japão Cultura e Turismo

11.02 - Dia da Fundação Nacional do Japão - Kenkoku Kinen no hi ou Kenkoku Kinenbi

Equivalente ao Dia da Independência, este feriado nacional do Japão não tem origem histórica.
Baseada em mitos e tradições, tem o objetivo de recordar e celebrar o estabelecimento da democracia e reafirmar o patriotismo.
De 1873 a 1948, a data era denominada Kigen Setsu ou "Empire Day" (Dia da Independência) e já foi considerado um dos quatro principais feriados do Japão. Os demais feriados eram o Ano Novo, o Tencho setsu (aniversário do Imperador) e Meiji setsu (aniversário do Imperador Meiji em 03 de novembro).
Em 1948, a data foi abolida em função de uma nova lei de feriado.
Somente em 1966, após o fim da II Guerra Mundial, a data recebeu o nome de Kenkoku Kinenbi, ou o Dia Nacional da Fundação do Japão, passando a ser comemorado somente um ano depois, em 1967.
Dizem que santuários xintoístas, direitistas e funcionários públicos desejam o retorno do Kigen Setsu. Os oponentes acreditam que o retorno trarão o militarismo e a violação dos direitos da liberdade do pensamento, religião e educação.
De acordo com um antigo livro denominado "Nihon Shoki" ou "Crônicas do Japão", escrito no século VIII, nesse dia Kamuyamato Iwarehiko subiu ao trono, tornando-se o primeiro imperador do Japão, com o nome de Imperador Jinmu Tenno.
Conta-se que Kamuyamato Iwarehiko nasceu e cresceu na província de Miyazaki. Governou a área de Kyushu, transformando-a em próspera e pacífica. Quando chegou a casa dos quarenta anos, decidiu governar o país inteiro, partindo para o Porto Mimitsu, no centro do Japão. Encontrou muitas dificuldades por longos anos e finalmente chegou a Yamato, atualmente denominado Nara. Lá construiu o primeiro palácio imperial e subiu ao trono.
Não há muito o que acrescentar ao post do ano passado.
Casas e até ônibus exibem bandeiras japonesas, demonstrando patriotismo.
As comemorações são diversas, tais como desfiles, festas tradicionais com apresentações e eventos diversos.
Para muitos, a data também significa reflexão, esforço e comprometimento na construção do futuro do Japão, baseados nos mitos, cultura e tradição.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

A arte contada em arte, por Lucille Kanzawa

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos