O nome do blog "Vidasemvoltas" mudou para Japão Cultura e Turismo

Keirō no Hi, Dia do Respeito ao Idoso, no Japão

"Por favor, não retoquem minhas rugas. Levei muito tempo para ganhá-las"[Anna Magnani]
"Se meu andar é hesitante
e minhas mãos trêmulas, ampare-me.
Se minha audição não é boa, e tenho de me
esforçar para ouvir o que você
está dizendo, procure entender-me.
Se minha visão é imperfeita
e o meu entendimento escasso,
ajude-me com paciência.
Se minha mão treme e derrubo comida
na mesa ou no chão, por favor,
não se irrite, tentei fazer o que pude.
Se você me encontrar na rua,
não faça de conta que não me viu.
Pare para conversar comigo. Sinto-me só.
Se você, na sua sensibilidade,
me ver triste e só, simplesmente partilhe comigo um sorriso e seja solidário.
Se lhe contei pela terceira vez a mesma história num
só dia, não me repreenda, simplesmente ouça-me.
Se me comporto como criança, cerque-me de carinho.
Se estou doente e sendo um peso, não me abandone.
Se estou com medo da morte e tento negá-la,
por favor, ajude-me na preparação para o adeus."
(Autor não informado)

Inicio esta postagem com um poema, de autor desconhecido, que circula pela net. Hoje é o Dia do Respeito ao Idoso no Japão.

No Brasil, a data é comemorada no dia 1 de outubro.

No Japão, a data foi inicialmente instituída em 15 de setembro, como Toshiyori no Hi, ou seja, Dia do Idoso, em 1947. E foi em 1966 que a data tomou o nome de Dia de Respeito ao Idoso, ou Keirou no hi 敬老の日.
Com a remarcação dos feriados para as segundas-feiras, pelo sistema adaptativo no Japão, em 2003, a data passou a ser comemorada na terceira segunda-feira do mês de Setembro. Este ano, portanto, no dia 20 de setembro.

O Japão já tem o hábito de homenagear todos a partir dos 60 anos, através do Kanreki, significando que volta a ser criança. Baseado no horóscopo chinês, os 12 signos fazem a volta completa aos 60 anos e retorna ao mesmo signo em que nasceu.

Dando uma rápida explicação, o horóscopo chinês é composto de 12 animais. Esses 12 animais aparecem 5 vezes durante o ciclo de 60 anos, sob forma diferentes a cada vez. Cada animal é representada pelo ano de nascimento, cujos inícios e términos variam entre final de janeiro e início de fevereiro.

A finalidade da data é recordar e mostrar respeito às pessoas idosas, valorizando-as pela grande contribuição à sociedade, celebrar a longevidade e demonstrar profundo interesse seu pelo bem-estar.
Cerimônias são realizadas em todo o arquipélago, além dos costumeiros presentes, inclusive flores e comemorações em restaurantes.


A imagem do idoso tem sido associada à inutilidade e desprezada por muitos.
Esta imagem já está mudando, dado o grande número de idosos ativos, extremamente saudáveis.
É a era do envelhecimento saudável.
É crescente a população idosa no Japão.
Uma das provas de respeito ao idoso, embora já exista em todas as idades no trânsito japonês, é o adesivo que motoristas com mais de 70 anos são obrigados a exibir em locais visíveis de seus veículos, na parte dianteira e traseira, identificando-os e exigindo atenção aos demais condutores.

O adesivo em formato de um grande pingo, em amarelo e alaranjado, identifica condutor com mais de 70 anos
O governo se preocupa com o bem-estar dos idosos, por isso oferece ampla assistência aos mesmos. Além dos serviços de assistência domiciliar, em centros e em estadias de curto prazo, existem outras várias entidades relacionadas.
Governos provinciais também mantém centros de serviços de apoio aos idosos, com assistências e atividades como recreação, exercícios físicos, brincadeiras, pinturas, origami, caligrafia, culinária, passeios, entre outras.
Muitas entidades particulares tem apoio e/ou parceria do governo.
O país com a maior longevidade do mundo e baixo índice de natalidade, busca soluções para manutenção da previdência social.
A previdência, que tem como uma de suas mantenedoras, o Government Pension Investiment Fund - GPIF - , o maior fundo de pensão do mundo, gerido pelo governo, fêz várias mudanças para evitar futuro colapso.
Reformas como idade mínima para aposentadoria aos 65 anos, elevação da taxa de contribuição para 20∞ da renda anual, que ocasionou em menos benefîcio ao aposentado, caindo de 59% para 50 a 55% e criação do Sistema de Seguro de Assistência, foram algumas providências tomadas em anos anteriores.
Este poema é minha homenagem a todos os idosos e reflexão aos jovens, sejam do Japão, do Brasil ou do mundo:

SER VELHO E SER IDOSO
(do Livro "Aproveite a Curtir Seus Anos Dourados", de Jorge R.Nascimento)
IDOSO, é quem tem muita idade,
VELHO é quem perdeu a jovialidade.
A idade causa a degenerescência das células,
a velhice, a degenerescência do espírito.
Você é idoso quando se pergunta se vale a pena;
você é velho quando, sem pensar, responde que não.
Você é idoso quando sonha;
você é velho quando apenas dorme.
Você é idoso quando ainda aprende;
Você é velho quando já nem ensina.
Você é idoso quando se exercita,
Você é velho quando apenas descansa.
Você é idoso quando ainda sente amor;
Você é velho quando só sente ciúmes.
Você é idoso quando o dia de hoje é o primeiro do resto de sua vida;
Você é velho quando todos os dias parecem o último da longa jornada.
Você é idoso quando seu calendário tem amanhãs;
Você é velho quando só tem ontens.
O idoso se renova a cada dia que começa,
o velho se acha cada noite que termina pois,
enquanto o idoso tem seus olhos postos no horizonte,
de onde o sol desponta e ilumina a esperança,
O velho tem sua miopia voltada para as sobras do passado.
O idoso tem planos, o velho tem saudades.
O idoso curte o que lhe resta de vida,
O velho sofre o que o aproxima da morte.
O idoso leva uma vida ativa, plena de projetos e plena de esperança.
Para ele, o tempo passa rápido, mas a velhice nunca chega.
Para o velho suas horas se arrastam destituídas de sentido.
As rugas do idoso são bonitas porque foram marcadas pelo sorriso;
As rugas do velho são feias porque foram vincadas pela amargura.
Em suma, idoso e velho podem ter a mesma idade no cartório,
mas têm idades diferentes no coração.
Que você, idoso, tenha uma longa vida
Mas nunca fique velho!

Comentários

C C Maia disse…
Olá Lê! Fazia 1 tempo q n vinha aqi. N gosto da palavra velho, me lembra trapo, sabe? Sobre o estado de espírito q é afinal o q importa como conclui o texto. Sou uma pessoa q frequentemente se sente cansada, como se já tivesse vivido mt. Lembro q a 1ª vez q senti profundamente isto eu estava no banheiro, pentenando o cabelo pra ir à escola, morava em Portugal, e minha mãe estava do lado se arrumando. Estava me sentindo assim naquele dia, um sentimento tão profundo q eu via os vincos no meu rosto e pensava q me sentia c 60 anos. falei p a minha mãe e ela riu, falou q eu era maluquinha, olhou pra mim e perguntou onde eu estava vendo q parecia velha (sou bem clara e mesmo hj aos 49 quase n tenho vincos na pele, acho q minha mistura c sangue africano da parte de pai), ela seguiu dizendo q eu tinha mt tempo pra viver, pra envelhecer, q os 60 estavam longe e eu senti mais cansaço, pensei q n ia aguentar viver tanto pq eu já estava cansada, já tinha vivido mt.
Esse sentimento me acompanha até hj. Vira e mexe eu me sinto idosa, pra lá de 100, cansada. Estranho, não? Então sim a idade está dentro de nós. veja q no meu caso as pessoas chegam a me tirar anos mas na verdade frequentemente eu me sinto com bem mais. Mas isso eu guardo pra mim. É o exterior q faz a cabeça. Conheço pessoas bem marcadas pela vida q têm 1 alegria, uma energia q eu n possuo. É 1 ironia, por isso acho q o envelhecimento é proposital, n é simples decrepitude, é p nos fazer refletir tb sobre valores. É como uma prova p a alma e cd 1 tira da experiência de envelhecer o q quiser, o melhor ou o pior. A escolha é livre.
Rosana Madjarof disse…
Helena,

Que postagem magnífica minha amiga!

Fiquei emocionada ao ler os dois poemas, e apesar de já conhecê-los, há muito tempo não os lia.

Fico feliz em saber que o idoso está sendo mais respeitado, pois o idoso de hoje já foi criança, adolescente, jovem..., mas a criança e o jovem de hoje não sabem se chegarão a ser idosos...

Vejo minha amada mãezinha, com seus 75 anos e com uma vitalidade, uma energia, uma grande vontade de viver e ajudar o próximo, e ela é o meu exemplo maior, e talvez, por ela ser dessa maneira, não consigo enxergá-la com a idade que tem... rsss Vejo minha mãe como uma mulher jovem ainda, mas é como ela me diz: a cabeça e o espírito podem ser jovens, mas o corpo não consegue acompanhar.

Eu, nos meus quase 51 anos, me sinto velha em muitas situações, e não tenho a vitalidade e a força que minha amada mãezinha tem.

Parabéns pela linda homenagem aos idosos.

Adorei!

Bjs.

Rosana.
Arte e Café disse…
Querida amiga Lê.
Como é bom poder viajar através da net.
Chegar rápido aqui no Japão.
Neste País Maravilhoso, que valoriza
as pessoas e a natureza como deve ser.
Com respeito e prioridade.
Linda homenagem dedicada a todos os idosos do mundo !
Meu carinhoso
Abraço
Alba
Nascimento disse…
Parabéns pelo seu blog, é espaço é muito bonito e com um ótimo conteúdo.

Nascimento

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

A arte contada em arte, por Lucille Kanzawa

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos