O nome do blog "Vidasemvoltas" mudou para Japão Cultura e Turismo

Amar é acolher, fazer o outro crescer...



"Amar é acolher, fazer o outro crescer"


Frase de uma grande e linda mulher: Zilda Arns.



Más notícias circulavam por toda a mídia a respeito das chuvas no Brasil e do terremoto em Haiti.
Cenas chocantes, muito tristes a respeito do terremoto em Haiti, mas ninguém imaginava que lá estaria uma das mulheres solidárias mais importantes da Humanidade.

A notícia chegou via Twitter, simultâneo a um alerta do Google. Mesmo assim, inacreditável. Fui buscar mais, mas infelizmente a nota lamentável já estava em todas as mídias on-line.

Zilda Arns estava em missão naquele país e como toda pessoa dedicada, morreu no exercício da função.

Como uma estrela, um anjo, uma guerreira, como uma santa! Foram as referências que ouvi naquele momento, quando compartilhei a triste notícia.

Sabemos que ela vai feliz, porque plantou solidariedade e colheu amor em toda a sua existência.
Sim, cumpriu com garra e sabedoria sua missão e que ela mesma disse ser um sonho realizado.

Uma mulher extraordinária, digna do reconhecimento da Humanidade.Foi por isso que foi indicada para o Prêmio Nobel da Paz, em 2006.

De família religiosa, sua vida baseou-se no milagre bíblico da multiplicação dos pães.
De boa formação, sua vida, obras e prêmios podem ser conferidos na Wikipedia

Sua importante obra está plantada por todo o Brasil: a Pastoral da Criança; este site contém todas as informações sobre como ocorreu a morte, chegada do corpo e velório de Zilda Arns e onde a família pede que os envios de coroa de flores sejam transformados em doações para as pastorais.

Homenagens são prestadas por todo o Brasil, em todos os segmentos:

Imagens de uma emissora de TV de Curitiba, cidade onde Zilda Arns morava


Homenagem do Pastoral da Criança de Maringá


O Brasil perde uma célebre personalidade, o céu ganha uma grande e brilhante estrela, mas permanecerá eternamente no coração de milhões de brasileiros!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Onde doar roupas usadas no Japão

Ameixeira, cerejeira, pessegueiro, quais são as diferenças entre essas flores?

Dino Adventure, o Parque de Dinossauros de Nagoya

Lenda japonesa: A Tecelã de Nuvens

Yakudoshi, as idades consideradas perigosas no Japão

Lenda urbana do Japão: garrafas pet com água repelem gatos

A arte contada em arte, por Lucille Kanzawa

Shichifukujin, os 7 deuses da sorte do Japão

Guarda-chuvas da amizade, o empréstimo gratuito de guarda-chuvas no Japão

Ilha de Takeshima, em Gamagori, Aichi