Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2009

O canto (ou ruído) das cigarras no verão do Japão

Imagem
Barulho???
Nem sei que nome dar...
Quando criança, até achava-as bonitinhas, pois eram poucas, mas aqui no Japão... é demais!
Clicou no vídeo? Não dá para aguentar um minuto apenas.
Mas na real é o dia inteiro...
Barulho de panela de pressão...
Fecho a porta e ainda ouço os cantos, parece uma cascata.
Até saber que eram cigarras, eu achava que alguém estava usando uma mangueira de água...

Procurei saber mais sobre elas e descobri que as fêmeas tem vida curta, morrem logo depois que põem os ovos, as ninfas vivem de 4 a 17 anos e se alimentam das seivas das raízes.
Mas quem faz esse ruído todo são os machos para atrair as fêmeas, que são silenciosas. Como elas se alimentam das seivas das raízes são nocivas, mas positivas porque servem de alimentos a outros predadores.
No verão, saem das suas tocas e o resultado é esse aí, o dia inteiro.
O canto das cigarras é o ruído do verão japonês. Haja fôlego!

A volta por cima

Imagem
Tudo mentira!!!
... assim referiu RDH, 41 anos, que aqui vou chamá-la de Ro, às associações e NPO de apoio aos brasileiros em dificuldades no Japão.

Passando fome, revoltada com todos e a tudo, perante a situação em que se encontrava.
Sofrendo violência doméstica psicológica, desempregada e com um filho de 11 anos, procurou apoio em vários lugares, mas não obteve rapidamente.
O filho de Ro fala japonês fluente e foi educado à maneira japonesa, já Ro conhece muito pouco o idioma, embora esteja há quase 10 anos no Japão. Por isso, seu filho sempre esteve junto em todos os lugares servindo de intérprete.
Ro estava casada com um peruano que estava em situação ilegal no país. Tudo ia bem, seu filho até o chamava de pai. Mas bastou ficar desempregada e seu relacionamento passou a tomar outro rumo. Foram alguns meses de violência psicológica, pois seu companheiro além de não manter a família, negava os itens básicos de alimentação, higiene e também para a educação de seu filho, que ele havia inc…

Deka...

Como cumprimento de uma das minhas obrigações, já que criei o blog, estou retornando...
Vou começar pela minha trajetória como dekassegui.
Tenho 2 anos de Japão, mas para chegar até aqui, muita coisa rolou pela minha cabeça.
Eu era bancária e posso dizer que tinha uma vida relativamente boa. O Banco onde trabalhei me deu muitas oportunidades boas. Era concursada e posso dizer que não foi um concurso difícil, mas entre 3.000 concorrentes, passei entre os 50 primeiros, apenas 159 passaram na minha região.
Meu marido sonhava em trabalhar no Japão desde os anos 80, no início da era dekassegui, que até então, eu nem precisava vir junto. Mas tinha crianças pequenas, eu trabalhava como comissionada na época e meu serviço absorvia muito tempo. Como secretária, acabava ficando além das 8 horas, das quais 6 horas eram normais e 2 horas eram enquadradas como Adicional de Dedicação Integral, e além dessas horas... lucro para o Banco!
Durante 20 anos, meu marido ostentou esse sonho, até que resolvi, ma…

Coisas do Brasil... mas que show!!!!

Aqui no Japão, temos notícias rápidas pela TV Internacional... pela net....
Assistindo o programa do Luciano Huck, tive a oportunidade de ver e ouvir Roberto Carlos e também ficar sabendo do megashow. Nem sou sua fã, mas o show em comemoração aos 50 anos de carreira, foi divino...
Vídeos com imagens do show está em todos os lugares: na Globo Vídeos, YouTube... e aqui! apenas um deles.
Confiram....